.

.
.

quarta-feira, 26 de abril de 2017

CPP vai mudar de figurino em 2018/2019

Fonte: JORNAL DO NORDESTE


Próxima temporada será de transição

O modelo competitivo do Campeonato de Portugal Prio vai ser alterado já na próxima temporada.

A Federação Portuguesa de Futebol ainda não divulgou, oficialmente, as mudanças mas segundo a edição desta quarta-feira do jornal A Bola vão terminar as fases de subida e descida. O número de séries também será reduzido, mas vão ter mais equipas.

Na época 2018/2019 a prova vai contar apenas com 72 equipas, em vez das actuais 80.

Mas o que vai mudar afinal?

A prova passa a ter apenas uma fase, a regular, com cinco séries, cada uma com 16 equipas.

A subida à 2ª Liga vais jogar-se em sistema de play-off entre os cinco primeiros classificados de cada série. Os quartos-de-final e as meias-finais jogam-se a duas mãos.

As duas equipas finalistas, que têm acesso directo à 2ª Liga, vão defrontar-se em campo neutro para apurar o vencedor do Campeonato de Portugal Prio.

Quanto às descidas, os últimos seis classificados são despromovidos aos distritais, não havendo fase de descida mas apenas regular.

Mas a próxima temporada será de transição já que o modelo definitivo só será aplicado em 2018/2019. O número de equipas vai passar aí de 80 para 72 e o CPP contará apenas com quatro séries, de 18 equipas cada.

Na época 2018/2019 o play-off de subida é jogado apenas pelos dois primeiros classificados de cada série e aos distritais descem os últimos cinco de cada série.

Análise de fim de semana da formação do Andebol Clube de Fafe

Texto: Diogo Gonçalves / Fotos: DR

Muitos jogos em cinco dias 

Nesta semana realizaram-se cerca de 11 jogos em 5 dias, todos os escalões da formação do Andebol Clube de Fafe entraram em ação. As Iniciadas femininas conseguiram vencer o AD Godim e o CA Caminha, os Juvenis masculinos perderam diante o CD Xico Andebol, as Infantis femininas perderam contra o CA Caminha, os Iniciados masculinos “A” conseguiram uma grande vitória sobre o AD Godim, a equipa “B” não esteve em bom plano ao ser derrotada pelo Arsenal, os Juniores masculinos perderam pela diferença de 2 contra o CP Natação, as Juniores femininas perderam contra o ND Santa Joana e contra o Académico, por fim os Infantis masculinos não conseguiram vencer o ABC “A” nem o Póvoa de Lanhoso.

As Iniciadas femininas receberam o AD Godim na passada sexta-feira, onde a equipa de Sofia Silva mostrou-se mais uma vez unida e com grandes capacidades para vencer o Torneio de Encerramento. As fafenses estiveram bem na primeira parte, tendo praticado um bom andebol, com tudo isto, conseguiram chegar ao intervalo a vencer por 12-7. A segunda parte foi mais equilibrada mas com a equipa do ACF sempre superior. 

No domingo deslocaram-se a Caminha, a equipa de Fafe não teve problemas com o jogo conseguindo estar sempre em vantagem e ao longo do tempo foi aumentado a diferença de golos, a partida terminou 9-26 a favor do AC Fafe. As Iniciadas femininas continuam imparáveis.

Os Juvenis receberam o CD Xico Andebol num jogo a contar para o Campeonato da 1ª Divisão. Os fafenses não estiveram bem na primeira parte permitindo ao Xico Andebol comandar o jogo, o ACF foi para intervalo a perder por 12-18, na segunda parte o Xico continuou melhor e o Fafe não conseguiu recuperar da diferença de 6 golos do intervalo o jogo terminou com uma derrota dos fafenses por 25-36. O AC Fafe no próximo fim-de-semana desloca-se à Maia,

As Infantis femininas defrontaram o CA Caminha também no sábado. As fafenses perderam o jogo mas deixaram uma boa imagem da evolução ao longo desta época conseguindo marcar mais golos que o habitual mas o AC Fafe perdeu por 24-14. As fafenses na próxima jornada recebem o B.E.C.A..

Os Iniciados masculinos “B” deslocaram-se a Braga para defrontar o 1.º classificado da Taça Hélder Machado do Grupo A, o Arsenal da Devesa. A equipa de Fafe previa um jogo difícil mas ia tentar dificultar ao máximo o adversário. Os Arsenalistas entraram fortes na partida de tal modo que os fafenses não conseguiram reagir e a segunda parte foi muito semelhante, com o Arsenal a ser mas forte que o AC Fafe, os fafenses perderam por 41-24.

Os Iniciados masculinos “A” receberam no pavilhão Municipal de Fafe o AD Godim. O AC Fafe entrou muito forte no jogo conseguindo fazer um parcial de 9-1. A equipa de Paulo Camelo entrou muito bem na defesa, o ACF também esteve bem no ataque, conseguindo fazer ataques rápidos e também muitos contra-ataques e as equipas recolheram para os balneários com vantagem do Fafe por 23-4. Na segunda parte também foi boa mas o cansaço já se sentia não permitindo ao AC Fafe aumentar a vantagem terminando a partida 39-10.

Os Juniores masculinos jogaram contra o CP Natação. A equipa do Andebol Clube de Fafe entrou mal na partida chegando ao intervalo a perder por 12-17. Na segunda parte os fafenses estiveram melhor, estando por diversas vezes próximo do CP Natação no resultado. Contudo a vitória foi do CP Natação por 25-27. O jogo ficou marcado também pela expulsão direta de José Cunha e do Francisco Oliveira. Com este resultado torna-se mais difícil a subida para o AC Fafe que está em 5.º lugar.

As Juniores femininas receberam o ND Santa Joana – Maia. Na primeira parte as visitantes foram melhores chegando ao intervalo a vencer por 5-13. Na segunda parte as maiatas continuaram superiores tendo aumentado a vantagem para 10-29, foi este o resultado final. Na terça-feira receberam o Académico FC o ACF entrou bem no jogo, a primeira parte foi equilibrada. Na segunda parte as visitantes foram melhores que as fafenses conseguindo aumentar a vantagem que ao intervalo já era de 4 golos, o jogo terminou 20-29 favorável ao Académico FC.

Os Infantis masculinos foram até Braga defrontar o ABC de Braga “A”. O ABC entrou melhor no jogo mas o ACF mostrava que queria recuperar a desvantagem e ao intervalo o resultado era de 15-10 para os bracarenses. No segundo tempo os fafenses não conseguiram aproximar-se do ABC, sendo este melhor o jogo todo em que a partida terminou 30-17. Na terça-feira os fafenses deslocaram-se até à Póvoa de Lanhoso. O jogo foi equilibrado até ao intervalo mas com o Póvoa a sair para o intervalo com uma vantagem de 2 golos (11-9). O AC Fafe na segunda parte reagiu com um parcial de 3-0 logo nos minutos iniciais, depois disso a equipa da casa recuperou e manteve-se na frente do marcador até ao final do jogo. Os fafenses perderam por 24-20.

Patinagem do Nun'Álvares já partiu para o Campeonato Europeu de Show e Precisão em França

REDAÇÃO 

GNA vai representar Portugal em várias categorias 

Partiu ontem por volta das 22 e 30 horas a comitiva do Grupo Nun’Álvares que se desloca para França mais precisamente para Mouilleron-le-Captif, a norte de La Roche-sur-Yon para disputar o Campeonato Europeu de Show e Precisão.

Será no Vendespace, um completo desportivo e cultural com 21.000 metros quadrados que GNA irá representar Portugal nas categorias de Precisão Junior, Pequenos Grupos, Grupos Juvenis, Quartetos Juvenis e Quartetos Seniores.

Desejamos a todos uma boa viagem e a obtenção dos melhores resultados desportivos.


UD Fafe A60 venceu o 6.º Torneio de Veteranos Cidade de Fafe

Treinador da UD Fafe, Gentil Antunes exibe
orgulhoso a Taça de 1.º classificado
Texto e fotos: João Carlos Lopes 


Decidido nas grandes penalidades

A UD Fafe A60 venceu a 6.ª edição do Torneio Cidade de Fafe, em Futebol de Veteranos, no torneio que se realizou neste dia 25 de Abril, no campo de Jogos do OFC Antime, depois de bater na final o FC Arouca por 3-2, em grandes penalidades, depois do jogo ter terminado sem golos. Antes de se iniciar o Torneio marcaram presença os vereadores, Pompeu Martins, Parcídio Sumavielle e Vítor Moreira, tendo o vereador do Desporto dado simbolicamente o pontapé de saída. 

No primeiro jogo das meias finais a UD Fafe A60 venceu o Viseu e Benfica por 2-0, com dois golos de Vitinha. Na outra meia final O Arouca venceu o Penafiel, por 1-0, com um golo e Américo viria a lesionar-se com uma rotura muscular ainda primeira parte.

Na atribuição do 3.º e 4.º lugar, o Viseu e Benfica bateu o Penafiel por 5-3. A equipa de Viseu inaugurou o marcador por Berito, o Penafiel empatou por Rui Picão. Depois Paulito e Paulinho colocaram os viseenses a vencer por 3-1 antes do intervalo. Na segunda parte, Pedro Moreira reduziu para 3-2, Paulinho bisou ao fazer o 4-2, Ilídio voltou a aproximar o marcador com o 4-3 e Ramiro sentenciou o jogo com o 5-3. 

UD Fafe A60
O jogo da final apresentou as equipas do da UD Fafe A60 e do FC Arouca um pouco lentas, não só do cansaço, mas também devido à quebra do tempo de espera e apesar de ambas tentarem alvejar a baliza, os 50 minutos terminaram sem que o marcador funcionasse. 

Na marcação das grandes penalidades, o Arouca marcou primeiro por Nuno, a UD Fafe empatou por Jorge, Coelho defendeu o penalti a Paulo, Álvaro colocou os fafenses na frente com o 2-1, Hugo empatou para o Arouca e finalmente Vitinha bateu Cubillas e deu o primeiro Torneio Cidade de Fafe à UD Fafe A60.
Sport Clube Viseu e Benfica 

O convívio prosseguiu fora das quatro linhas, na Quinta das Vinhas, onde todas as equipas se reuniram para confraternizar. Na hora dos discursos Rogério Ferreira, presidente da UD Fafe A60 relembrou que que o torneio não é competição mas sim um convívio com troca de ideias. Disse ainda que nada se faz sem apoios para depois agraciar os quatro árbitros do torneio com uma placa evocativa do mesmo. 

FC Arouca
O vereador do desporto da Câmara de Fafe, Pompeu Martins, frisou que tem estado presente desde o primeiro torneio e salientou que a UD Fafe além de ser campeã, sabe receber bem as pessoas com carinho e amizade. 

Dada a voz aos representantes dos clubes convidados, António Matos do Arouca, frisou terem sido bem recebidos para terminar a dizer que foi no futebol que conheceu os melhores amigos. Já José Maria, do Penafiel, enalteceu a organização que já conhecia e disse estarem habituados a serem bem recebidos pela mesma. Berito, do Viseu e Benfica, felicitou os árbitros para logo de seguida dizer que quando faltam as pernas os atletas jogam mais com a boca, terminou a dizer que foi uma organização excelente num ambiente fantástico.
FC Penafiel

O treinador campeão, Gentil Antunes, mostrou-se satisfeito por finalmente ter alcançado um objectivo. É uma alegria imensa trabalhar com estes jogadores. Foi uma vitória do sacrifício contra equipas de renome a nível nacional o que deu mais sabor à nossa vitória. Agradeço à Direcção e aos jogadores por terem confiado em para atingir o meu objectivo principal que era ganhar o nosso primeiro torneio para ficar na história deste Clube”.    

terça-feira, 25 de abril de 2017

Futsal - Taça AF Braga: Nun'Álvares/IESF, 1 - Candoso, 3

Texto e foto (arquivo): Ricardo Jorge Castro

Falhada quarta final consecutiva

O Nun'Álvares/IESF caiu pela quarta vez consecutiva nas meias-finais da Taça AF Braga, desta feita com o Candoso, em casa, por três bolas a uma.

Foi um jogo em que a equipa de Hugo Oliveira dispôs de mais oportunidades na primeira parte, mas não conseguiu bater o guarda-redes Luciano, que, tal como no jogo do último fim-de-semana, para o campeonato, se revelou um grande entrave para os fafenses.

Os golos apenas surgiram no segundo tempo, com Pirica a fazer o 0-1 aos 30 minutos. Oitenta ampliou a cinco minutos do final e, já com os fafenses a tentarem tudo por tudo pelo golo, o mesmo Oitenta aproveitou o guarda-redes volante dos condestáveis para fazer o terceiro dos vimaranenses.

A 1:01' do final, um remate de Tiago Nogueira contou com desvio em Julinho e traiu Luciano pela única vez no jogo.

Na final, Fafe e Candoso vão discutir o troféu da edição 2016/17.

Andebol - Fase Manutenção: Ac. São Mamede, 22 - AC Fafe, 25

Texto: RJC | Foto (arquivo): JCL 

Vitória importante pela manutenção
O Andebol Clube de Fafe venceu ao início da noite em São Mamede de Infesta, por 22-25, diante da Académica de São Mamede, somando a terceira vitória em seis jogos na fase de manutenção.

Ao intervalo, a equipa de Luís Silva vencia por 11-12, parcial idêntico ao da segunda meia hora (11-13), que permitiu aos fafenses somarem três preciosos pontos pela manutenção no principal escalão do andebol português.

Vasco Santos, com oito golos, foi o melhor marcador do encontro. 

O AC Fafe ocupa o 5.º posto, com 31 pontos, sete de vantagem sobre o primeiro lugar de despromoção, o 7.º, pertença do Arsenal da Devesa, que soma 24 mas menos dois jogos.

Ciclismo: Manuel Martins foi 2.º em Masters D no Montemuro Cycling Road Cinfães

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Este fafense é como o Vinho do Porto

O ciclista fafense e veterano Manuel Martins continua com o bichinho das corridas e começou a época de 2017 com um 2.º lugar em Masters D na dura prova no Montemuro Cycling Road Cinfães um carrossel gigante nas margens do Rio Douro. 


A prova contou com cerca de 1000 ciclistas que partiram à descoberta da Serra de Montemuro, no dia 23 de abril, na 1.ª edição do Montemuro Cycling Road. Os participantes percorreram o Concelho de Cinfães, divididos em dois percursos um de 108Km e outro 60Km.

Manuel Martins, que corre pelo Centro de Ciclismo José Martins, precisou de 2 horas e 23 minutos para fazer os duros 60 km da prova, gastando apenas mais dois minutos que o 1.º classificado, e teve quase cinco de vantagem para o 3.º.   

Andebol: Sorteio das 1/2 Finais da Taças de Portugals a 27 de Abril no Cine-Teatro de Fafe

REDACÇÃO/FPA

Multiusos de Fafe é palco das final four das Taças de Portugal masculina e feminina 

- O sorteio está marcado para as 17h00 e poderá ser acompanhado pelo Liveticker, no Portal.

A cidade de Fafe será palco das Final4 das Taças de Portugal Masculina e Feminina a 3 e 4 de Junho. Nesse sentido, o sorteio das meias-finais das Taças de Portugal, Masculina e Feminina, terá lugar na tarde da próxima quinta-feira, 27 de Abril, no Cine-Teatro de Fafe. 

A Final4 da Taça de Portugal Masculina será disputada por AA Avanca, ABC/UMinho, FC Porto e Sporting CP. A época 2016/2017 marca a estreia do AA Avanca na Final4 da Taça de Portugal; por outro lado, FC Porto e Sporting CP (finalista vencido 2015-16) repetem a presença na Final4, enquanto o ABC/UMinho regressa ao palco principal da competição, que pisou pela última vez em Loulé (2014-15) e de onde saiu com o troféu. 

Taça de Portugal feminina

Na Taça de Portugal Feminina, Alavarium Love Tiles, ASS Assomada, Colégio de Gaia/Toyota e Madeira Sad garantiram presença na Final4, em Fafe. Também aqui se assinala a estreia do ASS Assomada, da 2ª Divisão Feminina, que vai, pela primeira vez, disputar uma Final4. O Colégio de Gaia/Toyota (finalista vencido da última edição) e o Madeira Sad voltam a estar presentes na Final4, que marca, ainda, o regresso do Alavarium Love Tiles às meias-finais, onde chegou, pela última vez, em 2013-14.

Ciclismo: ACD Pica/DCC estreou-e com dois pódios

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Gabriel Castro foi 3.º na geral

A equipa de ciclismo da ACD Pica/DCCO fez a primeira prova de ciclismo de estrada desde a sua fundação com a participação no Montemuro Cycling Road Cinfães, em Cinfães onde se deslocou com quatro atletas, Paulo, Costa, Paulo Almeida, Gabriel Casto e Manuel Freitas.       

Foi uma estreia promissora da equipa que conseguiu o terceiro lugar na geral da Corrida de 60 km e o segundo lugar na categoria de Master B através do ciclista Orlando Castro, numa prova muito sinuosa com umas montanhas de grandes desnível o que criou com bastantes dificuldades aos participantes , nesta prova bastante técnica e também descidas muito rápidas e perigosas.

O 3.º lugar da geral de Orlando Castro fica valorizado pelo  facto de o vencedor da prova ter sido o campeão nacional de Sub 23 no XCO e entre concorrência de elevado nível.

Futsal Fem.: Taça AF Braga 1/2 final: Juventude S. Pedro, 0 - Nun'Álvares/IESFafe, 6 (Com 3 bis)



Texto e foto: João Carlos Lopes

Condestáveis não deram hipóteses 

Ao vencer no Pavilhão Municipal de Barcelos por 6-0 a Juventude de S. Pedro, as seniores do Grupo Nun'Álvares/IESFafe conquistaram o direito que estar na final da Taça AF Braga 2016/17, a qual vão discutir com o SC Maria da Fonte que tinha vencido o Tebosa por 3-2 na outra meia final. 

A equipa orientada por Rui Pedro Cunha não deu qualquer hipótese à sua opositora e chegou ao intervalo a vencer por 4-0 com bis de Liana e de Raquel Pisco. Na segunda metade surgiu mais um bis, de Joana Coimbra, para que não restassem quaisquer dúvidas. 

A final está marcada para o pavilhão Francisco de Holanda, em Guimarães, em data ainda a definir. 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Filha do Bulgaro Gospadinov (Antigo jogador da AD Fafe) esteve no Municipal de Desportos

REDAÇÃO

"É tão bom ver que a memória do meu pai vive num clube de que ele tanto gostou"

Foi uma honra para a AD Fafe receber hoje no Estádio Municipal Anna Gospodinova, filha de Zhikvo Gospodinov, um dos grandes nomes internacionais que passaram pelo nosso clube. 

Durante o dia de hoje, Anna conheceu as instalações da casa da Mágica, acompanhada do presidente Jorge Fernandes, e ainda se encontrou com Moreno e João Freitas, diretor e presidente do clube, respetivamente, aquando da passagem do grande Gospodinov pela AD Fafe.

domingo, 23 de abril de 2017

Futsal - AF Braga Ap. Campeão: Nun'Álvares/IESF, 1 - Candoso, 3

Tiago Nogueira tenta ultrapassar Julinho
Texto e foto: Ricardo Jorge Castro

No proveito esteve o ganho

O Candoso impôs ao Nun'Álvares uma derrota caseira (1-3) na abertura da fase de apuramento de campeão. Um jogo intenso, com mais de meia casa na bancada e em que os vimaranenses aproveitaram bem as falhas fafenses para manterem a liderança do grupo a quatro.

Foi com alguma expetativa que se viram os primeiros minutos na quadra. Luís Paulo foi o primeiro a tentar, duas vezes no mesmo lance, visar a baliza de um quase intransponível Luciano ao longo do jogo. Do outro lado, André e Pirica tentaram inaugurar o marcador e Bruno Maia - um dos mais rematadores dos condestáveis - viu no guardião do Candoso um entrave ao 1-0, por duas vezes.

A 15 segundos do descanso, Pirica tirou Laureta do caminho, colocou na área e Julinho desviou para o 0-1, golo crucial para a segunda parte, que começou com o segundo golo do Candoso, por André, após uma saída mal conseguida do Nun'Álvares na zona defensiva.

De um e de outro lado, as oportunidades sucederam-se e a 4:30' do final, os fafenses apostaram no cinco para quatro, que originou várias ocasiões de golo. A 42 segundos do fim, Rui Pedro reduziu a diferença, mas Pirica selou o resultado em cima da buzina, na sequência de uma mão não assinalada a dois segundos do fim, junto da área do Candoso, a favor da equipa da casa.

Na próxima terça-feira, dia 25, o Nun'Álvares volta a receber o Candoso, em busca de um lugar na final da Taça AF Braga.

DECLARAÇÕES:

Hugo Oliveira, treinador do Nun'Álvares:

"Não tivemos a sorte do jogo. Excelente primeira parte, o Candoso teve o domínio consentido da nossa parte. Criámos muitas oportunidades. O resultado foi incógnita até final. Está muito difícil, mas continuamos a acreditar. Terça-feira precisamos deles mais que nunca [adeptos]. Apoiem de forma incondicional. Venham, apoiem de forma fervorosa. Tenho pessoal que vem quatro vezes por semana, alguns de Braga, outros de Guimarães, porque acreditam no projeto. Temos uma palavra a dizer. É esta a mensagem que passo aos simpatizantes do Grupo Nun'Álvares. Sejam o sexto jogador".

Zé Pedro e Castro marcaram os golos do Vieira SC na vitória nas Taipas

Texto: João Carlos Lopes / Fotos: DR

Ambos passaram pela formação da AD Fafe

Os fafenses Zé Pedro e Pedro Castro foram os autores dos golos do Vieira SC na difícil vitória alcançada no Campo do Montinho, nas Taipas por 2-1, em jogo a contar para a 30.ª jornada da Divisão Pró-Nacional da AF Braga. 

Zé Pedro fez o primeiro golo da sua equipa e Castro o segundo resultado com que as equipas recolheram para o descanso. Na segunda parte o CC Taipas reduziu mas o marcador não sofreu mais alterações até final. 

Este resultado permitiu ao Vieira subir para o sexto lugar que era pertença precisamente do Taipas. Na próxima jornada o Vieira vai receber o Forjães SC.   

Recorde-se que os jogadores fizeram formação na AD Fafe onde eram ambos atacantes. Zé Pedro mantém-se a ponta de lança e Pedro Castro foi adaptado a defesa esquerdo.   

Futsal Fem. 2.º fase AF Braga: SC Maria da Fonte, 9 - Rumo ao Futuro/C Saúde de Fafe, 1

Texto: João Carlos Lopes 


Resultado disparou na 2.ª parte

A equipa do Rumo ao Futuro/Clube Saúde de Fafe deslocou-se à Póvoa de Lanhoso onde perdeu por 9-1 com o SC Maria da Fonte em jogo da 2.ª jornada da 2.º fase do campeonato sénior feminino da AF Braga. 

Assistiu-se a uma boa primeira parte em que as marifontistas foram a vencer para o intervalo por 2-0. Na segunda parte o marcador disparou até aos 9-1, tendo o golo de honra das fafenses ter sido obtido por Cátia.

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: ACD Pica, 5 - OFC Antime, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Coelho bisou e Leiras foi o rei das assistências 

Os juniores da ACD Pica receberam os do OFC Antime me mais um dérbi fafense tendo a equipada casa vencido por 5-1, num grande jogo por parte dos dois conjuntos, com os da casa a mostrarem mais eficácia.

A pica começou bem a partida e aos 7', Coelho tentou picar a bola sobre Dany mas saiu rente ao poste. Volvidos dois minutos Leiras cruzou para a área onde apareceu Fabinho a cabecear por cima da trave.  Aos 13' Carlitos bateu um livre mas viu Dani fazer uma grande defesa. 

O Antime esteve perto de marcar aos 18', com Marcelo a rematar à saída do seu irmão Cristiano, que defende na Pica, mas a bola a sair rente o poste. Cristiano que evitou o golo do Antime aos 26', com uma grande defesa. 

Do outro lado, Dany brilhou aos 31' ao negar o golo a Tinoco que levava o selo de golo. Mais dois minutos Coelho, servido por Leiras, atirou ao poste.

A Pica inaugurou o marcador aos 35' num grande remate de Carlitos à entrada da área com a bola a entrar no ângulo. O 2-0 surgiu aos 44', através de Ruben após canto de Carlitos. 

O Antime entrou melhor na segunda parte e aos 47', Ruizinho apareceu a cabecear por cima da trave. Os operários reduziram para 2-1 aos 67' após grande jogada de Vasco, pela direita, entrou na área e com um remate bem colocado enviou a bola ao ângulo. 

A Pica reagiu bem e no minuto seguinte chegou ao 3-1, com Coelho a concretizar após assistência de Leiras. O 4-1 apareceu aos 77' numa jogada em que Rocha fintou o guarda-redes e encostou. As contas fecharam aos 80' em mais uma assistência de Leiras cruza para o matador Coelho a fazer o quinto golo, somando 32 no campeonato.

Treinador fafense Carlos Salgado subiu o Mondinense FC ao CPP

Texto e foto:João Carlos Lopes 

Vítor Beijinhos e Ricardo Ferreira também são campeões 

O Mondinense FC está de regresso ao CPP pela mão do treinador fafense Carlos Salgado que tem no plantel outros dois fafenses, Vítor Beijinhos e Ricardo Ferreira, lateral direito e lateral esquerdo, respectivamente. 

A equipa do sopé do Monte Farinha,garantiu a subiu na deslocação a Ribeira de Pena, onde venceu por 5-1, alcançando a 23.ª vitória em 28 partidas, em que registou mais três empates e duas derrotas. Faltam ainda duas partidas para terminar a temporada, Vilar de Perdizes em casa e Santa Marta Fora

O Mondinense que tinha descido de escalão a época passada, marcou 88 golos e sofreu 24, sagrando-se campeão da Divisão de Honra da AF de Vila Real.

Div. Honra AF Braga: Amigos de Urgeses, 1 - GCD Regadas, 1 (Ponto agridoce)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Ponto positivo não chegou para a ambição

O GCD Regadas foi a Urgeses, um campo tradicionalmente difícil para as equipas fafenses dadas as reduzidas dimensões e a forma aguerrida com que a equipa da casa jogo, conquistar um ponto mas ainda assim atrasar-se na perseguição aos dois lugares de cima, uma vez que está no primeiro lugar da linha de água. 

Ao intervalo registava-se uma igualdade sem golos e o Regadas até se adiantou no marcador, através de Buga que se isolou e na cara do guarda-redes picou-lhe a bola. Porém, a equipa de Urgeses obteve o empate e no fim cada formação somou apenas um ponto. 

Faltam agora quatro finais para o Regadas e a próxima é já no próximo Sábado no dérbi fafense, frente ao OFC Antime. 

Ledman Liga Pro: FC Vizela, 0 - AD Fafe, 1 [BALÃO DE OXIGÉNIO]



Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Golo de Leandro Borges fez renascer a esperança

O Fafe foi a Vizela matar o borrego de 12 jogos sem vencer e ganhar um balão de oxigénio que lhe dá esperança de ainda acreditar na manutenção. Pode ter saído do estado de coma nesta partida mas ainda não depende apenas de si. Leandro Borges foi o homem do jogo, entrou para substituir o lesionado Evandro e fez um grande jogo, marcando um golo monumental. Grande atitude do Fafe que mereceu esta vitória pela entrega que teve no jogo e pelo acreditar que ainda era possível acreditar.   

Já sem nada a perder a AD Fafe foi a Vizela jogar deliberadamente ao ataque e tomou a iniciativa do jogo desde o apito final, jogando muito dos primeiros 45 minutos no meio campo da equipa vizelense, fazendo vários remates e criando algumas situações que com outro critério de finalização podiam até ter resultado em golo. O Vizela desceu poucas vezes à baliza do Fafe mas sempre que o fez levou perigo à baliza de Ricardo Fernandes e até reclamou uma grande penalidade já no declinar da primeira parte e ficou reduzida a dez aos 38’ quando João Cunha agrediu Alan sem bola.

Na segunda parte o jogo foi mais aberto e com a expulsão de Reinildo aos 55’, ficou equilibrado. O Vizela teve duas situações de golo feito que não aproveitou e o Fafe acabou por chegar ao golo aos 67’, e que golo, da autoria de Leandro Borges após passe açucarado de Alan na área.

Depois o Vizela tudo fez para chegar ao empate e chegou a ter oportunidades para isso mas a exemplo do Fafe contra o Benfica B esteve perdulário.


1.ª PARTE

5' - Fafe entrou bem no jogo, a jogar no meio campo do Vizela, fez dois remates e conquistou um canto. O Vizela joga mais na expectativa, explorando a ansiedade dos fafenses. 

8' - Remate de longe de Alan para Albergaria defender para canto. Na jogada anterior os vizelenses reclamara falta de Reinildo sobre Kukula à entrada da área. 

15' - Primeiro quarto de hora de muita posse de bola para a AD Fafe, praticamente sempre a jogar no meio campo da equipa da casa.

17' - Cartão amarelo para Reinildo por falta sobre Filipe Augusto, perpendicular à linha da área, lado direito. Bateu Elizio de pé esquerdo, saiu muito por cima da baliza de Ricardo.  

19' - Equipa da casa começa a espevitar e Luís Ferraz mandou uma bomba à malha lateral, após jogada confusa na área.  

21' - Livre de Samu do lado esquerdo, Albergaria sacudiu, o Fafe ainda recuperou a bola, após duas insistências chegou a Lytvyn, com este a marcar mas a ser assinalado fora de jogo.  

22' - Nova falta a favor do Fafe na zona intermediária mas a bola a não passar a barreira. 

28' - O Vizela desce poucas vezes à área do Fafe mas fá-lo com critério e Filipe Augusto fez um passe a rasgar para Kukula valendo a entrega de Lytvyn. 

29' - Cartão amarelo para Sarkic.

31' - Remate tenso de Samu de fora da área com Albergaria a encaixar. Valeu a intenção do fafense. 


34' - Excelente movimento de Alan à entrada da área, a puxar a bola para dentro e a rematar enrolado, ainda apareceu Evandro para a emenda mas também o seu remate não saiu a preceito. 

36' - Remate de Alan de fora da área a bola bateu no chão e Albergaria desviou para canto. Bateu Digas Lytvyn saltou mas depois levou ligeiro toque de Filipe Augusto dentro da área e ficou fora do lance. 

37' - Canto para o Vizela, bateu Luís Ferraz, com força de mais saiu pela outra linha de fundo do outro lado da baliza. 

38' - João Cunha foi expulso, com vermelho directo, por alegadamente ter derrubado Alan sem bola. O avançado fafense está a receber tratamento na cabeça pelo massagista fafense.

41' - Jogo foi reatado três minutos depois com o Vizela a reclamar grande penalidade após remate tenso na área. Na sequência da jogada, Luís Ferraz fez falta sobre Evandro e viu cartão amarelo. As emoções estão ao rubro em Vizela. 

44' - Evandro teve de sair de campo amparado e Fafe ficou a jogar apenas com dez. 

Foram dados dois minutos de compensação, o que levantou protestos dos da casa pois só de uma vez o jogo esteve parado esses três minutos.  

2.ª PARTE 

46' - Evandro Brandão não recuperou e ficou nos balneários tendo entrado Leandro Borges para o seu lugar. Esta substituição já estava para ser feita na primeira parte mas não houve oportunidade para a fazer porque a bola não saiu das quatro linhas. 


47' - Primeira intervenção de Borges no jogo a rematar cruzado na área para Albergaria ceder canto. 

50' - Remate de Sarkic de fora da área, Albergaria encaixou. 

53' - Livre para o Vizela, lado direito bateu Luís Ferraz em nada resultou.

54' - Canto para o Fafe, bateu Digas , Alan não bateu na bola, deu contra-ataque, com Filipe Augusto a embalar e a ser travado por Reinildo, que viu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. 


56' - Digas apenas, recebeu um passo longo de Leandro Borges e só com Albergaria pela frente, atirou para a baliza com a bola a sair muito perto do poste. 

57' - Duas substituições no Vizela. Saíram Kukula e Prince e entraram João Vieira e Aziz. 

58' - João Vieira quase fazia estragos logo no primeiro lance a atirar ao lado apenas com Ricardo pela frente. O jogo está mais aberto agora.

60' - Saiu Digas e entrou Jota no Fafe.   
61' - Canto para o Fafe ganho por Borges. Bateu Digas e Geraldo de cabeça, ao segundo poste quase marcava. 

62' - Filipe Augusto isolado e com muito espaço permitiu a defesa de Ricardo quase sobre a linha da área. 

65' - Cartão amarelo para Geraldo, AD Fafe. 

66' - Remate cruzado de Leandro Borges a não sair longe do segundo poste. 

67' -  [0-1 LEANDRO BORGES] Alan a aparecer com espaço pelo lado esquerdo mas quando tentou flectir a ter corbertura, viu a deslocação de Leandro Borges, levantou a bola para este rematar sem deixar cair e fazer um grande golo. 

70' - Saiu Sarkic e entrou André na AD Fafe. Manuel Monteiro abdicou de um avançado para reforçar o meio campo e evitar que as bolas cheguem com perigo à área.

74' - Saiu lesionado Aziz que tinha entrado aos 57' e entrou Magique no Vizela. 

75' - Falta para o Fafe conquistada por Borges, bateu Alan por cima da baliza. 


79' - Canto para o Fafe, bateu Samu, nada resultou.

84' - Canto para o Vizela, lado direito, batido curto, novo canto. Elizio cabeceou para Agostinho Carvalho tirar sobre a linha de golo. 

87' - Ricardo Fernandes pediu assistência após lance na área com Filipe Augusto. 

88' - Cartão amarelo para Ricardo Fernandes.

90' - João Vieira a falhar de cabeça com a baliza toda aberta. 

4' DE COMPENSAÇÃO

90+3' - Bomba de Jota do lado direito a ganhar canto. Bateu Borges, curto para Samu. Fafe a gerir o tempo. 

ACABOU 


O Fafe, que está ligado às máquinas, joga esta tarde a última cartada no Estádio do Vizela, que tem mais seis pontos que os fafenses. Em caso de vitória dos locais o Fafe fica sem hipóteses de sonhar com o que quer que seja, mas se for a equipa fafense a vencer pode surgir um balão de oxigénio que pode dar esperança a quem tem a sentença de morte praticamente assinada. O empate de pouco ou nada servirá. Enquanto há vida há esperança e esta é a última a morrer. Um jogo muito importante para as duas equipas.

Jogo no Estádio do FC Vizela, em Vizela. 

Árbitro, João Matos, auxiliado por Paulo Vieira e Nelson Cunha. 

FC VIZELA: Pedro Albergaria; Elízio, Filipe Augusto, Luís Ferraz, Prince, Kukula, Dani Coelho, Tiago Ronaldo, João Sousa e Dani. Treinador, Carlos Cunha. 

AD FAFE: Ricardo Fernandes; Vasco Cruz, Agostinho Carvalho, Lytvyn, Reinildo, Geraldo, Samu, Sarkic, Evandro Brandão, Alan Júnior e Digas. Treinador, Manuel Monteiro.

Andebol - 1.ª Div. Nac.: AC Fafe, 29 - AA Avanca, 31 (Podia ter sido melhor)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Quebra no início da 2.ª parte foi crucial 

O AC Fafe recebeu a AA Avanca em jogo da 5.ª jornada da fase de manutenção da 1.ª Divisão Nacional e perdeu por 29-31, numa partida em que podia ter alcançado outro resultado, não fossem algumas desconcentrações já na segunda parte. 

A primeira parte foi jogada com poucas falhas técnicas das duas equipas, sempre com o marcador muito equilibrado, sem grandes amplitudes de golos e com um elevado nível de concretização, tendo chegado o intervalo com a equipa de Avanca a vencer por 18-20.

Ao intervalo, Paulo Silva com 7 golos, Nuno pimenta (5), João Fernandes (4), Belmiro Alves (1) e Miguel Fernandes (1) tinham sido os marcadores de serviço do AC Fafe.  

Na segunda parte o AC Fafe eclipsou-se durante dez minutos e o Avanca aproveitou para ganhar uma vantagem confortável de 19-24. Depois teve várias oportunidades desperdiçadas para reduzir no marcador. 

A equipa orientada por Luís Silva começou a reagir de forma positiva aos 51,20 minutos através de um livre de sete metros apontado por Mário Lourenço e a quatro minutos do final reduziu para 26-28. O Avanca voltou a repor a vantagem em três golos e o ACF desperdiçou a oportunidade de reduzir em contra ataque com cerca de dois minutos para jogar. A partir daí o visitante chegou aos 28-31 e o AC Fafe ainda viria a marcar o último golo do desafio. 

N segunda pate destaque para a prestação de Mário Lourenço com 5 golos. Os outros pertenceram a Vasco Santos (1), Nuno pimenta (1), José Sampaio, (2) e Paulo Silva (1), Belmiro Alves (1).  

De referir que esta equipa do Avanca tem vários jogadores emprestados pelo FC Porto que lhe dão uma qualidade acima da média nesta fase de manutenção. O AC Fafe continua na luta pela permanência e se tudo correr como previsto, com maior ou menor dificuldade vai acabar por consegui-la. 

Um reparo para a dupla de arbitragem das irmãs Vânia e Marta Sá, com alguma decisões erradas a prejudicar o AC Fafe.

Na próxima partida o AC Fafe desloca-se a Matosinhos para jogar com o S. Mamede, um adversário directo na luta pela manutenção.   

Pró - Nacional AF Braga: Arões SC, 1 - GD Joane, 1 (Margem menor)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Voaram dois pontos no final  

O Arões recebeu e empatou com GD Joane a uma bola e reduziu para a sete pontos a vantagem pontual para o segundo classificado, que agora é o Ninense, seu próximo adversário, em jogo a disputar em Famalicão. 

A partida teve uma primeira parte sem oportunidades de golo, com muitas paragens e com as equipas a tentarem fazer a diferença nas bolas paradas mas as ou a meter bolas nas costas da defesas contrárias. Neste período o jogo registou um número considerável de paragens devido a faltas cometidas. Bem espremidos, os primeiros 45' não davam praticamente sumo nenhum, valendo contudo a entrega e determinação das duas equipas que com isso se anularam mutuamente. 


Depois do descanso, Arões colocou-se em vantagem aos 53', com Emanuel a cabecear após canto cobrado por Hugo Dias, o senhor das bolas paradas da equipa orientada por Eduardo Pereira. Depois do golo, Hugo Dias ainda teve um livre tipo canto mais curto que bateu com força para ganhar um canto. 

A vencer, o Arões uniu linhas e deu a iniciativa de jogo ao Joane que foi jogando cada vez mais perto da área da equipa fafense. Com necessidade de vencer, o Joane foi arriscando cada vez mais e aos 78' Francisco cabeceou ao lado, perto do primeiro poste. 

A equipa de Joane foi intensificando as suas acções defensivas e aos 81', o remate cruzado de Rui Machado levava muito perigo mas apenas deu canto. 

O Arões respondeu de canto aos 82' e na sequência de um canto de Hugo Dias, Fred rematou em arco para a bola passar perto da trave.

O Joane ripostou através de Cadete que rematou cruzado com muito perigo mas viu a bola passar junto ao segundo poste. 

Foi já sobre os 90', que um ressalto de bola na mão de Pato, deu origem a um livre, muito próximo perpendicular ao bico da área, que Meira bateu com força fazendo a bola entrar perto do segundo poste. 

O Joane ficou motivado com o golo e ainda tentou dar a volta mas seria os Arões aos 90+5' a estar perto de marcar na sequência de novo canto apontado por Hugo Dias, porém, um defensor do Joane, evitou que o empate se desfizesse.  

Jogo no Campo do Centro da Formação da Juventude de Arões, Fafe.

Árbitro, Henrique Silva, auxiliado por Carlos Lima e Flávio Dias.

ARÕES SC: Zé Fernandes; Russo, Emanuel, Fernando Beijinhos, Gutti (Pato, 54'), André, Barbosa, Agostinho, Hugo Dias, Zezé (Seba, 60') e Lapinha (Miguel, 74'). Treinador, Eduardo Pereira.   

GD JOANE: Sérgio, Duarte, Nuno, Cadete, João André, Ruben, Zézé (Bruno Machado, 56'), Rui Machado, Cesário, Cunha (Francisco, 77'), Tiago e Dúnio (Meira, 71'). Treinador, Tiago Cunha. 

DISCIPLINA: Amarelos a Zezé, 40'; Tiago, 50'; Barbosa, 58' e Cesário, 79'. 

GOLOS. Emanuel, 53' e Meira, 90'.

Foto do Onze do GD Joane na partida frente ao Arões SC (22-04-2017)


Foto do Onze do Arões SC na partida frente ao GD Joane (22-04-2017)


sábado, 22 de abril de 2017

Div. Honra AF Braga: OFC Antime, 3 - Emilianos FC, 3 (Podia ter acontecido tudo)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

O melhor ainda foi o golo de Nuno Almeida

O Antime interrompeu uma série de vitórias seguidas ao empatar a três bola em casa perante o Emilianos, chegando mesmo a estar em a perder por três bola a uma.

Entrou melhor o Antime na partida a remeter o seu adversário para o seu meio campo defensivo, fruto de uma boa posse e circulação de bola muito embora na zona de finalização faltou uma melhor definição e mais velocidade de execução.

O Emilianos sempre que saía para o contra-ataque fazia-o com bastante critério e qualidade.

Aos 17', Carioca isolou Di Maria, e depois de este ter ultrapassado o guarda-redes do Emilianos foi por este derrubado à entrada da área quando tinha a baliza deserta à sua mercê. O árbitro da partida deu de imediato ordem de expulsão ao jogador do Emilianos. Do livre marcado por Ismael, nada resultou. 

Aos 29', o Emilianos adiantou-se no marcador. Livre sobre a direita, numa espécie de canto curto, após dois defensores do Antime falharem o corte, um jogador do Emilianos ao segundo poste de cabeça encostou para a baliza de Pimenta.

O Antime continuou dominante na partida mas não conseguia criar lances de verdadeiro perigo para a baliza do Emilianos, execpção, aos 41', Ismael na direita do seu ataque tirou um cruzamento e um defensor adversário ao tentar o corte fez um autogolo.

A segunda parte começou praticamente com o segundo golo do Emilianos. Livre frontal à entrada da área defensiva do Antime, a bola sofreu um desvio na barreira e traiu Pimenta.

Este golo abalou a equipa do Antime que começou a errar muitos passes e com isso perdia toda a ligação do seu jogo atacante.

Isto permitiu ao Emilianos chegar ao terceiro golo aos 56', lançamento lateral para dentro da área do Antime e o avançado do Emilianos a desembaraçar-se de dois defensores locais, e perante Pimenta atirou sem qualquer hipótese de defesa para este.

O Antime poderia ter reduzido na jogada imediata, Ismael tirou um cruzamento da direita para Raimundo ao segundo poste atirar ao lado quando tinha a baliza adversária toda escancarada.

O jogo caminhava para o seu final e quando se previa que o Antime não tinha argumentos para dar a volta ao resultado, em dois minutos empatou a partida. 

As 80', Nuno Almeida arrancou um portentoso pontapé com o pé esquerdo à entrada da área, fazendo um golo de levantar qualquer estádio.

E aos 81 minutos, Di Maria esgueirou-se pela esquerda, cruzou para a entrada de Leo encostar para o empate. 

A "remontada" completa poderia ter acontecido no minuto seguinte. Jogada pela esquerda por Di Maria, isolou Gil que perante o guarda-redes do Emilianos rematou contra a pernas deste.

O Antime acreditava que ainda poderia chegar à vitória e remeteu o adversário para dentro da sua grande área que se defendia como podia. A vitória poderia aparecer aos 90', pois Ismael na direita tirou um cruzamento ao segundo poste onde apareceram sozinhos Leo e Raimundo, mas nenhum deles conseguiu finalizar com êxito aquilo que parecia fácil.

O Antime só pode queixar-se de si próprio, pois não aproveitou a vantagem de jogar com mais um elemento cerca de setenta minutos, num jogo com excelente arbitragem.

OFC ANTIME: Pimenta; Castanha, Malhado, Gustavo; Samu (Raiumundo, 38'), Nuno Almeida, Carioca (Gil, 63'), Patocas (Ruben, 57'), Ismael, Leo e Di Maria. Treinador, Luís Miguel Barros. 

Futebol Popular - Taça Confederação: Agrupamento Stª Cristina, 2 - Nespereira, 1 (Carlos bisou na partida)

Redacção/JCL

Tudo em aberto na eliminatória


O Agrupamento de Santa Cristina recebeu o Nespereira em jogo a contar para a 1.ª mão da meia final da Taça Confederação tendo vencido os vimaranenses por 2-1. 


Ambas as equipas procuraam a vitória desde o início do jogo.  A primeira parte foi muito equilibrada com o Agrupamento ligeiramente mais forte e já com algumas oportunidades, viria a chegar ao golo aos 35' num remate de fora da área sw Carlos. Até ao intervalo o jogo foi muito disputado no meio campo. 

Na segunda parte o Agrupamento entrou mais forte e aos 55',  num pontapé de canto Carlos ao primeiro poste de cabeça viria a bisar na partida fazendo o 2-0. 

Depois do golo o agrupamento baixou um pouco as linhas e a formação do Nespereira teve várias oportunidades para fazer o golo. Aos 88' o agrupamento ficou reduzido a dez por expulsão de Rafael que viu o segundo cartão amarelo. 

Foi já a jogar com menos um que o Agrupamento sofreu o golo aos 90+5', no último lance da partida. Este 2-1, deixa tudo em aberto para a segunda mão a jogar em Nespereira. 

Futsal - AF Braga Ap. Campeão: Lordelo, 2 - AD Fafe/ACRF, 7

Texto e foto (arquivo): Ricardo Jorge Castro

Primeira parte embalou justiceiros

A Associação Desportiva de Fafe/ACR Fornelos foi ao reduto do Lordelo vencer por 7-2 e começou da melhor maneira a fase de apuramento de campeão, mantendo-se a um ponto do Candoso, líder que também venceu, na casa do Nun'Álvares/IESF.

Ao intervalo, a formação de João Nuno já vencia por 5-0 e manteve distâncias, gerindo a vantagem na segunda parte, na qual marcou mais dois golos, tendo sofrido os únicos dois na partida.

Na próxima jornada, os fafenses recebem o Nun'Álvares/IESF.

CLASSIFICAÇÃO: 
1.º: Candoso, 28
2.º: AD Fafe/ACRF, 27
3.º: Nun'Álvares/IESF, 22
4.º: Lordelo, 20