.

.
.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

3.ª edição do Fafe Trail Run já tem inscrições abertas. Reserva o teu lugar!


REDACÇÃO

Evento consolidado no panorama nacional da modalidade

Estão já abertas as inscrições para mais uma edição do Fafe Trail Run, prova de trail running que leva os participantes à Conquista do Maroiço.

4 de março de 2018 é a data a reter e o evento, consolidado no panorama nacional da modalidade, vê a sua prova principal, pelo segundo ano consecutivo, integrada no Circuito Nacional de Trail da Associação de Trail Running de Portugal.

A organização, a cargo do Clube de Atletismo de Fafe, em parceria com a Bolota Campestre, apresenta novidades para este ano, sendo a mais relevante o aumento da distância da prova principal, que, desta forma, totaliza 35 quilómetros, tirando ainda maior partido do enorme potencial da região para a prática da modalidade, com inclusão da enorme mancha de Carvalhal das Serras de Fafe.

Na edição anterior, nem a intempérie que se fez sentir demoveu os participantes, que voltaram a esgotar as inscrições, à semelhança do que já havia ocorrido na primeira edição, totalizando 1500 participantes que encheram o fantástico cenário da Barragem de Queimadela.

Se gosta de desporto em contacto com a Natureza, não deixe de participar numa das vertentes à disposição: 35 quilómetros, 18 quilómetros e a já icónica Caminhada da Primavera (10 quilómetros).

Andebol - Taça de Portugal: AC Fafe recebe o Boa Hora FC/ROFF


Todos os jogos da AD Rumo ao futuro

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

AGENDA DESPORTIVA DE FIM DE SEMANA



ANDEBOL NACIONAL 


TAÇA DE PORTUGAL
AC FAFE - BOA HORA ROFF
Dia/Hora: Sábado, 16 Dezembro – 18H00
Local: Pavilhão Municipal de Fafe


FUTSAL MASCULINO NACIONAL 

TAÇA DE PORTUGAL
ADCR CAXINAS - AD FAFE 
Dia/Hora: Sábado, 16 Dezembro – 17H00
Local: Pavilhão de Vila do Conde 

FUTSAL FEMININO NACIONAL 

CAMPEONATO DA 1.ª DIVISÃO
FC VERMOIM - NUN'ÁLVARES/IESFAFE
Dia/Hora: Domingo, 17 Dezembro – 16H00
Local: Pavilhão Terras de Vermoim, Famalicão

FUTEBOL NACIONAL 

Campeonato de Portugal 
JUVENTUDE PEDRAS SALGADAS - AD FAFE 
Dia/Hora: Domingo, 17 Dezembro – 15H00
Local: Estádio da Portelinha, Pedras Salgadas

CSD CÂMARA DE LOBOS - ARÕES SC 
Dia/Hora: Domingo, 17 Dezembro – 15H00
Local: Estádio de Câmara de Lobos, Madeira

Campeonato Nacional Juniores - 2.ª Divisão
AD FAFE - VIANENSE SC
Dia/Hora: Sábado, 16 Dezembro – 15H00
Local: Campo n.º 2 do Parque Municipal de Desportos, Fafe

FUTSAL DISTRITAL MASCULINO 

1.ª DIVISÃO AF BRAGA
NUNÁLVARES/IESFAFE - PIRATAS DE CREIXOMIL
Dia/Hora: Sábado, 16 Dezembro – 18H30
Local: Pavilhão do Grupo Nun'Álvares, Fafe 

FUTEBOL DISTRITAL MASCULINO

DIVISÃO DE HONRA DA  AF BRAGA
ACD PICA - GCD REGADAS 
Dia/hora: Sábado, 16 Dezembro – 15H00
Local: Campo de Jogos da Pica, S. Gens, Fafe

AD S. PAIO SC - OFC ANTIME
Dia/hora: Sábado, 16 Dezembro – 15H00
Local: Campo da Covinha S. Paio Vizela 

1.ª DIVISÃO AF BRAGA

S. NICOLAU BASTO - GD VASCO DA GAMA
Dia/hora: Domingo, 17 Dezembro – 15H00
Local: Campo António Cunha, S. Nicolau, Cabeceiras de Basto

GCDR FAREJA - ACR GUILHOFREI
Dia/hora: Sábado, 16 Dezembro – 15H00
Local: Campo de Jogos de Fareja, Fafe

GD S. TIAGO PINHEIRO - GD SILVARES
Dia/hora: Sábado, 16 Dezembro – 15H00
Local: Campo de S. Tiago de Pinheiro, Felgueiras

MOTA FC - ACD PICA "B"
Dia/Hora: Domingo, 17 Dezembro – 15H00
Local: Campo de Agilde, Celorico de Basto


COMPETIÇÕES DA AMAF
Informe-se aqui 

MAIS INFORMAÇÕES DE JOGOS E EVENTOS DESPORTIVOS
CLIQUE AQUI PARA VER OS CARTAZES DOS CLUBES 

Div. Honra AF Braga: Este Sábado joga-se mais um dérbi entre a ACD Pica e o GCD Regadas


Futsal - Taça de Portugal: AD Fafe desloca-se a Vila do Conde para defrontar a ADCR Caxinas

Futebol Popular (AMAF): SR Cepanense recebe o ADCR Santa Cristina em dérbi concelhio

Futsal - 1.ª Div. AF Braga: Nun'Álvares/IESFafe recebe os Piratas de Creixomil em jogo grande

Futebol Popular (AMAF): GDC Serafão vai a Felgueiras jogar com a GDR Friande

AD Fafe: Todos os jogos da formação da AD Fafe


Campeonato de Portugal: AD Fafe vai a Pedras Salgadas tentar abrir a portelinha


Todos os jogos do Grupo Nun'Álvares/IESFafe


Todos os jogos da Formação do Arões SC

1.ª Div. AF Braga: GD Silvares vai a Felgueiras jogar com o Pinheiro


Campeonato de Portugal: Arôes SC viaja para a Madeira para defrontar o Câmara de Lobos


Viagem para ir ver a AD Fafe a Pedras Salgadas apenas por 5 euros

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Médio, Landinho está de volta à AD Fafe

Andebol 1: AC Fafe, 25 - ADA ISMAI, 21

Inscrições para o Fafe Trail Run começam a 15 de Dezembro


Hugo Novais e Leonardo Pereira (CBF) medalhados no Campeonato Nacional de karate

REDAÇÃO

Competição envolveu 645 atletas

No fim-de-semana de 9 e 10 de dezembro, o Pavilhão de Moreira da Maia, acolheu a 24º edição do Campeonato Nacional de karate de Cadetes, Juniores e Sub 21, organizado pelo Clube de Karaté da Maia, sob a égide da Federação Nacional de Karate- Portugal (FNK-P).

Foram 645 os atletas que competiram neste campeonato nacional onde o Centro Budo de Fafe esteve presente com nove competidores. 

O primeiro dia da prova foi reservado aos cadetes, Diogo Leite (- 57kg), Vítor Silva (- 57kg), Hugo Novais (- 63kg), João Rodrigues (- 63kg) e Leonardo Pereira (+ 70kg), que competiram na disciplina de Kumité (combate).

Foi um dia que se revelou positivo para o CBF, numa competição de grande nível competitivo em que todos anseiam ser campeões nacionais.

Hugo Novais alcançou o terceiro lugar do pódio, vencendo inúmeros combates, perdendo apenas para o atleta que se sagrou campeão nacional.

Também Leonardo Pereira conquistou o terceiro lugar na sua categoria, conquistando a sua primeira medalha numa prova da FNK-P.

De destacar a participação de Vítor Silva, que ficou em quinto lugar perdendo o combate que lhe daria uma medalha caso vencesse.

Já o dia 10 foi reservado aos Juniores, João Silva (- 55kg) e Henrique Salgado (+ 76kg) e ao Sub 21, Luís Fernandes (- 67kg).

Todos demonstraram grande espírito combativo, evidenciando-se o quinto lugar de João Silva, que perdeu na disputa do terceiro lugar.

“O CBF acredita que os resultados poderiam ter sido outros, sabendo todavia da enorme dificuldade em chegar ao pódio num evento desta natureza, irá pois continuar a trabalhar nesse sentido e com esse objetivo sempre presente.” Disse fonte do

Fafense João Resende (VSC) convocado para o estágio da Selecção Nacional Sub 15

Redacção

Talentoso jogador fafense foi sempre um "outsider"

O Treinador Nacional Filipe Ramos convocou 36 jogadores para o próximo estágio de preparação da Seleção Nacional sub-15, que vai decorrer no Centro de Estágios do Luso entre os dias 19 e 20 de dezembro.

Os trabalhos da Equipa das Quinas contemplam a realização de três sessões de treino.

Eis a convocatória completa:
ACF Pauleta: Guilherme Sobral

SL Benfica: Afonso Soares, André Gomes, Guilherme Montóia, João Tomé, Martim Neto, Rafael Afonso e Tiago Morais

CD Tondela: Tiago Marques

CD Nacional: Fabiano Mendonça e Rúben Abreu

FC Nantes: Rayan Gonçalves

FC Porto: David Vinhas, Diogo Abreu, Francisco Ribeiro, João Magalhães, João Sérgio, Leandro Dias, Tiago Antunes e Tiago Gonçalves

FC Rouen: Valentino Rodrigues

Malmö FF: Lucas Gomes

Rio Ave FC: Gonçalo Negrão

SC Braga: João Martins e Rafael Calheiros

SG Sacavenense: Diogo Santos

SPGC Olhanense: João Silva

Sporting CP: Eduardo Barbosa, João Carvalho, Martim Duarte e Rafael Lopes

UD Leiria: Gonçalo Fabião

Vitória SC: Alexandre Lopes, João Antunes, João Resende e Vasco Sousa


Programa da Seleção Nacional sub-15:

19. 12. 2017| terça-feira

10h00 Concentração dos jogadores - Sul (Gare do Oriente, Lisboa)

11h00 Concentração dos jogadores - Norte (AC Hotel, Porto)

16h00 Treino (Centro de Estágios do Luso)


20. 12. 2107| quarta-feira

10h00 Treino (Centro de Estágios do Luso)

16h00 Treino (Centro de Estágios do Luso)

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Andebol 1: AC Fafe recebe a ADA Maia esta quarta feira pelas 21H30


AC Fafe – Formação: Análise dos jogos de fim de semana

Texto: Diogo Gonçalves / Foto: Isabel Fonseca

Só os infantis masculinos tinham a lição estudada

Mais um fim-de-semana complicado para a formação do Andebol Clube de Fafe que no último feriado e fim-de-semana obtiveram 2 vitórias e 6 derrotas. As Juniores femininas foram até à Maia defrontar uma equipa muito superior ao ACF. A superioridade das maiatas foi visível logo nos minutos iniciais quando começaram a ganhar uma longa vantagem no marcador. Na segunda parte o jogo foi igual com as fafenses a não terem hipóteses perante um adversário dificílimo tendo o Maiastars vencido por 33-13. No domingo passado as atletas viram o jogo adiado pelas más condições do piso.

Ainda no feriado, o ACF deslocou-se a Braga para defrontar o Arsenal da Devesa, equipa do nível do Fafe. Apesar de se prever um jogo equilibrado, as baixas na equipa fafense eram muitas. Com isto, o Arsenal conseguiu ser superior ao Fafe. Ao longo do jogo o Arsenal esteve sempre na frente do marcador e a equipa fafense a fazer os possíveis para diminuir a desvantagem. No final registava-se 27-15.

No domingo, jogaram contra o ABC “A” jogo que estava previsto ser jogado no Pavilhão Flávio Sá Leite, mas devido ao mau tempo, que causou infiltrações de água o jogo realizou-se no Pavilhão de Maximinos. Neste jogo o ABC apresentava-se como a melhor equipa, sendo líder do campeonato e o AC Fafe continuando com baixas. O jogo foi controlado totalmente pelo ABC sem que os fafenses conseguissem fazer muito no jogo. A partida terminou 43-15.

A equipa “B” dos Infantis masculinos recebeu o CD Xico “B” com quem perdeu pela diferença de um golo. Na primeira parte o Xico Andebol esteve melhor, contudo o ACF fazia de tudo para não deixar que o Xico ganhasse grande vantagem, conseguindo ao intervalo estar a perder por 7-11. Na segunda parte os papéis inverteram-se estando o ACF melhor que a equipa de Guimarães apesar de não conseguir a vitória nos últimos minutos. O AC Fafe perdeu por diferença mínima,18-19.

No domingo jogaram também contra o CCR Fermentões com quem venceram desta vez por 24-25. Depois de terem perdido por 1 golo desta vez foram os fafenses que venceram por um, mas desta vez frente ao Fermentões. Na primeira parte o domínio foi do AC Fafe conseguindo ao intervalo estar em vantagem, com um resultado de 14-16. Na segunda parte o jogo foi mais equilibrado, mas com a vitória por parte do ACF 24-25.

Os Juvenis Masculinos jogaram contra o Infesta no Pavilhão Municipal de Fafe. A equipa comandada por António Martins no primeiro tempo fez uma bela primeira parte, conseguindo ganhar vantagem sobre os visitantes, ao intervalo 11-9 era o resultado. Na segunda parte o Fafe entrou bem mas a partir dos 20´ o Infesta foi melhor e passou para a frente do marcador conseguindo a vitória por 20-23. O próximo jogo é frente ao Maia/Ismai.

Os Infantis masculinos “A” também defrontaram o ABC de Braga conseguindo uma vitória por 22-26 num bom jogo de andebol. A primeira parte o jogo foi equilibrado com vantagens muito curtas de ambas as equipas, com um resultado ao intervalo de 10-10. Na segunda parte o Fafe esteve melhor, conseguindo vantagem sobre a equipa de Braga. Com isto o Fafe conseguiu uma grande vitória diante um adversário difícil. 

Neste fim-de-semana o ABC parece que esteve na rota do ACF, pois as Iniciadas femininas também defrontaram a equipa maiata. A equipa fafense não fez uma primeira parte como era de esperar estando ao intervalo a perder por 18-4. Na segunda parte o AC Fafe foi melhorando progressivamente não conseguindo contrariar a vantagem do ABC. O ACF perdeu por 35-19, terminando assim mais um fim-de-semana do Andebol Clube de Fafe.

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Hélder Ferreira marcou o golo que deu os três pontos ao Vitória SC contra o Feirense


Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR


Golo de bela execução

O fafense Hélder Ferreira  marcou o único golo do desafio da 14.ª jornada da I Liga que colocou frente a frente o Vitória SC e o CD Feirense, ao marcar no quinto de seis minutos de compensação um golo de belo efeito ao rematar de primeira uma bola que tinha sido socada pelo guarda-redes fogaceiro. 

Hélder tinha entrado no jogo aos 59' para substituir Heldon e acabou por ser o herói da partida numa altura em que tudo apontava para o nulo no marcador.  Ao tirar a camisola nos festejos acabou por ver a cartolina amarela. Foi o primeiro golo do fafense na primeira liga esta temporada.   

Andebol: 3.ª Div. Nac.: AC Fafe teve jornada dupla e vitoriosa fora de portas

Texto: Diogo: Gonçalves / Foto: DR 

Jogos muito equilibrados exigiram concentração

Os seniores masculinos “B” do AC Fafe tiveram mais uma jornada dupla, desta vez fora de portas, vencendo ambos os jogos, um contra o GDC Santana e o outro contra o CP Natação “B”, o que lhe valeu a subida ao 4.º lugar, com 27 pontos, a quatro dos lideres Módicus de Sendim e Académico do Porto.

No feriado de sexta-feira, o AC Fafe defrontou o GDC Santana pelas 17 horas, num jogo que foi equilibradíssimo do princípio ao fim. Na primeira parte, nenhuma das equipas conseguiu ganhar vantagem confortável, havendo vantagens mínimas ou empates constantes. O intervalo chegou com o AC Fafe a vencer pela margem mínima 12-13. 

Na segunda parte o equilíbrio manteve-se mas com o Fafe e no final a vitória acabou por sorrir aos fafenses que venceram por 27-28. Tiago Ribeiro, Pedro Dantas e Vítor Ribeiro foram os melhores marcadores com 7 e 6 golos respetivamente. Nesta partida, Moisés Costa viu cartão vermelho por acumulação de dois minutos. 

Na noite de sábado o AC Fafe deslocou-se até Ermesinde onde defrontou e venceu o CP Natação “B”, com uma primeira parte idêntica à do jogo de sexta-feira, muito equilibrada. Com um resultado de 16-17 ao intervalo. No segundo tempo o ACF esteve sempre em vantagem, mas com vantagem mínima  de um golo. O AC Fafe esteve praticamente toda a segunda parte a vencer, tendo terminado com dois golos de diferença, 29-31. 

Neste jogo, o guarda-redes do ACF Nuno Henriques levou cartão vermelho directo, Tiago Ribeiro também, mas este por acumulação de dois minutos. O AC Fafe tem agora 27 pontos decorrentes de sete vitórias, um empate e quatro derrotas.

Futsal Juniores AF Braga: GTeam, 6 - AD Rumo ao Futuro, 2

Texto: Jorge Guimarães / Foto: DR

Segunda parte pouco conseguida

A equipa da Academia Desportiva Rumo ao Futuro deslocou-se a Guimarães para defrontar a equipa GTeam em jogo relativo à 6.ª Jornada do Campeonato Distrital de Juniores Femininos. 

Previa-se um jogo difícil pois a GTeam é uma equipa com experiência e qualidade. E cedo chegou à vantagem de 2 golos. Mas a equipa da ADRF sempre lutadora, conseguiu reduzir a desvantagem para 2-1 ainda antes do intervalo, num livre onde Sara remata ao poste, mas na recarga Mariana acaba por fazer o golo. 

Na 2.ª parte a turma fafense chegou à igualdade numa jogada de insistência de Janina pela direita, que cruzou para Mariana bisar.

Quando se pensava que a ADRF poderia dar a volta ao resultado, sofre o 3-2 em mais um lance de bola parada e de seguida volta à desvantagem de 2 golos. 

Nesta altura do jogo e com a equipa GTeam a manter uma boa intensidade, esta acaba por chegar ao 6-2 até ao apito final.

A equipa fafense apresentou neste jogo mais uma atleta, que vem juntar-se a este grupo cada vez mais unido.

A equipa da ADRF alinhou com: GR Diana, Mariana Cap, Janina, Carolina, Diana Soares. Sara e Cláudia.

Taça AF Braga: Palmeiras FC, 0 - OFC Antime, 1


Texto: João Carlos Lopes 

Raimundo serenou o mau tempo 

O Operário de Antime segue em frente na Taça da AF Braga, tendo alcançado um a vitória pela margem mínima no campo do Palmeiras FC, em Braga, num jogo disputado num terreno completamente encharcado de água e debaixo de um verdadeiro temporal, com vento e chuva muito forte.

Foi mesmo o vento que se fez sentir durante todo o encontro,  o maior adversário para qualquer das equipas, daí se ter assistido a um futebol de pontapé para a frente sem qualquer recorte técnico.

O único golo da partida aconteceu aos 39', por intermédio de Raimundo que aproveitou a sobra de uma bola dentro da grande área para rematar sem defesa para o guardião do Palmeiras.

A parte negativa do jogo foi a lesão de Leo aos 25', vitima de uma entrada violentíssima de um adversário.

De referir ainda que o Operário de Antime utilizou neste jogo dois jogadores da sua equipa júnior, Carvalho e Vítor, tendo ficado ainda por utilizar mais dois que estavam no banco de suplentes, João Marcelo e Tomé.

OFC ANTIME: Tozé, Castanha; Marcelo; Samu; Paulinho; Nuno Almeida; Carioca; Raimundo; Feira (Carvalho, 78'); Leo (Sousa, 25') e Di Maria (Vítor, 76').

Campeonato de Portugal: Arões SC, 2 - CDC Montalegre, 2 (inglório)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Bis de Fausto anulado na segunda parte 

O Arões SC jogou o que restava do jogo que se tinha iniciado no dia anterior contra o CDC Montalegre, que tinha terminado aos 13' (0-0), devido ao maus estado do Estádio Municipal de Fafe e empatou a dois golos. 

Recorde-se quye o jogo foi interrompido no Domingo por o árbitro entender que não estavam reunidas as condições necessárias para o jogo prosseguir e que a partida se realizou nas 24 horas seguintes devido à intransigência dos transmontanos em realizar o jogo noutra altura, nomeadamente, num fim de semana como era desejo dos aronenses. 

No que restou desta partida, houve quatro golos, com os aronenses a chegarem ao intervalo a vencer por 2-0, com um bis de Fasuto mas a permitirem que a vantagem fosse anulada na segunda parte pelos transmontanos. 
 

domingo, 10 de dezembro de 2017

Campeonato de Portugal: Arões - Montalegre reinicia-se esta 2.ª feira por intransigência dos transmontanos

REDAÇÃO/JCL 


Falta de acordo remete para os regulamentos da FPF 

O jogo entre o Arões e o Montalegre que este Domingo foi interrompido oficialmente aos 13' devido ao mau estado do relvado do Estádio Municipal e Fafe vai realizar-se amanhã, 2.ª feira, no mesmo local e à mesma hora (15H00) por intransigência dos transmontanos em chegar a acordo para que a partida se repetisse num fim se semana. Assim relata o comunicado do Arões SC 

"Comunicado 

O Arões SC. vem por este meio informar todos os interessados que devido à intransigência por parte da direcçao do CDC Montalegre em marcar a realização do jogo para um fim de semana e fazendo cumprir o Regulamento da Federação Portuguesa de Futebol (falta de acordo), o jogo que hoje foi interrompido terá o seu reinício amanha às 15h00 no Estádio Municipal de Fafe, se as condições atmosféricas e o juiz da partida o permitirem. 

A Direcção"

Campeonato de Portugal: Mondinense FC, 1 - AD Fafe, 2

REDAÇÃO 

"Marinheiros" fafenses ultrapassaram a tempestade 

A AD Fafe conseguiu hoje um feito que há já uma época ainda não tinha atingido: ganhar três jogos consecutivos. Ao realizar uma reviravolta no marcador, os fafenses venceram por 1-2 o Mondinense FC, num jogo que ficou marcado pelo estado lastimoso e inundado em que se encontrava o relvado sintético da equipa da casa.

Tais condições foram uma condicionante durante toda a partida, com as duas equipas a demonstrarem muita dificuldade na criação de jogadas ofensivas. Nos momentos defensivos também a água acabou por pregar algumas partidas, resultando mesmo no golo precoce do Mondinense, que chegam ao 1-0 aos 2', no primeiro remate que conseguiram fazer.

Os fafenses não se deixaram abalar e rapidamente voltaram ao ataque, fazendo o possível dentro das limitações que existiam. Aos 5' Ferrinho localiza Éder no interior da área e o espanhol remata para as mãos do guarda redes. A tendência do jogo começou a revelar o domínio da AD Fafe, com exemplo dos 18', em que, de fora de área, Ferrinho remata com o seu "pé contrário" para defesa do guarda-redes.

A chuva não parava e, acrescentando o forte vento, a prática do futebol estava a tornar-se praticamente impossível. Ainda assim, a bola continuava a rolar no Municipal de Mondim de Basto e as melhores oportunidades surgiam para os justiceiros. Aos 31' Ferrinho aproveita a confusão criada dentro da área da equipa da casa e atira por cima da baliza. Nei, já ao fechar da primeira parte, ainda envia o esférico ao poste, acabando por não haver mais alterações no marcador na primeira parte.

Se o golo do Mondinense apareceu mal o jogo começou, a AD Fafe também não esperou muito depois de regressar ao relvado para chegar ao empate. Felipe, que saiu do banco, aproveita o ressalto de um remate do Nei e envia a bola para dentro da baliza, dando assim início a um novo fulgor para os fafenses.

O guardião do Mondinense também se mostrou essencial para atrasar ao máximo a reviravolta, especialmente quando, aos 54', conseguiu defender um cabeceamente de Eira que parecia ser golo certo. Não conseguiram dessa vez mas, aos 68', Nei acabou mesmo por assinar um golo na partida e virar a vantagem para os visitantes. Tudo aconteceu na sequência de um livre direto que o brasileiro bateu de forma exemplar, uma recompensa justa para toda a prestação que estava a ter até ao momento.

Os restantes minutos foram quase sempre controlados pela AD Fafe mas sempre com algum nervosismo visto que, dadas as condições meteorológicas que não paravam de pior, qualquer jogada poderia tornar-se imprevisível.

Ainda assim, o marcador não se alterou mais e os três pontos regressam com os Justiceiros para Fafe, continuando assim a onda de vitória que começou na 11ª jornada.

Pela frente têm agora o último jogo de 2017, em  Pedras Salgadas no próximo domingo.

Campeonato de Portugal: Arões SC, 0 - CDC Montalegre , 0 [INTERROMPIDO AOS 15' DEVIDO AO ESTADO DO RELVADO]


Texto e foto: João Carlos Lopes 

Ganhou o mau tempo 

O jogo entre o Arões SC e o CD Montalegre foi interrompido oficialmente aos 13', altura em que o árbitro reuniu, ainda dentro do campo os capitães das duas equipas para lhe comunicar a falta de condições para prosseguir a partida. AS duas equipas recolheram aos balneários e aguardaram a meia hora prevista na lei para ver se as condições do terreno de jogo melhoravam. Volvida essa mia hora, os árbitros subiram novamente ao relvado, sem qualquer jogador a acompanhá-los, para e quilataram do estado do terreno e fizerem os habituais exercícios com a bola, verificando que a mesma nem corrida nem saltava quando manipulada. Foi então que o árbitro meteu o apito à boca e deu o encontro por encerrado, quando o cronómetro registava o minuto 43'. Agora as equipas estão dependentes de marcação de nova data pela Federação Portuguesa de Futebol para terminarem o que faltava do jogo.          

4' - Golo anulado ao Aõees por pretenso fora de jogo de Pato. 

10' - Jogo dificilmente chegará ao fim. Chove bastante, relavado muito encharcado, e bola quase sempre pelo ar. 

15' - Árbitro chamou os capitães e interrompeu o jogo. Aguarda-se a meia hora regulamentar no intuito de que o campo melhore mas isso é improvável.

Árbitro regressou ao relvado para ver as condições do terreno, fazendo os exercícios habituais, tentar por a bola a rolar ou a pinchar, abriu os braços, apitou duas vezes e deu o jogo definitivamente por interrompido.    

O Arões SC, 10.º classificado, recebe o CDC Montalegre penúltimo, em jogo que confronta duas equipas na luta pela manutenção. O árbitro apitou sem que tivesssem sido disponibilizadas as equipas.  

Jogo no Estádio Municipal de Fafe.

Árbitro, André Silva, auxiliado por Paulo Nogueira e Ruben Clemente (AF Vila Real). 

ARÕES SC: Paulo Freitas; Marcos, Emanuel, Rampa, Zezinho, Gutti, Pato, Fred, Gil, Pedro e Fausto. Treinador, Eduardo Pereira. 

CDC MONTALEGRE: Tiago Guedes; Tavares, João Fernandes, Michel, Aliu, Bruno Barroso, Yann, Zack, Paulo Roberto, Morais e Yuri. Treinador, José Manuel Viage.



Futebol Popular - Taça Federação Norte: SR Cepanense, 0 - ARC Areias, 2 (1.ª Derrota da temporada)

REDACÇÃO

Três jogadores da SRC saíram lesionados

Após uma vitória na semana transacta diante do Friande por 2-1, a Sociedade de Recreio Cepanense jogou neste sábado diante dos tirsenses do ARC Areias, sofrendo a primeira derrota da época, num jogo que pior que a derrota foram as lesões de três jogadores do Cepanense, duas delas com necessidade de ida ao Hospital, mas a revelaram-se de pouca gravidade.

A jogar contra uma equipa extremamente experiente e de grande qualidade na qual se destacam três jogadores que já jogaram no campeonato de Portugal, a SRC entrou mais forte e dispôs de algumas ocasiões perigosas para a baliza da equipa visitante. A meio da primeira parte a equipa visitante começou a ter maior ascendente na partida mas sem criar lances de grande perigo. 

A cinco minutos de acabar a primeira parte Scolari sofreu uma agressão com uma cotovelada no peito, que fez com que o jogo estivesse parado alguns minutos, porque o atleta ficou bastante maltratado. Neste lance o árbitro nem sequer falta marcou. 

Enquanto a equipa do Cepanense jogava com menos uma unidade o Areias adiantou-se no marcador com um golo de belo efeito. Após o golo, o jogo foi para intervalo.

Na segunda parte realce para a tentativa de resposta do Cepanense, mas sem grande perigo, pois a experiência da equipa adversária veio ao de cima. O jogo teve mais duas faltas extremamente perigosas sem que o arbitro puxasse do cartão vermelho, que deixaram Rélho após cotovelada e Albano com uma joelhada nas costas sem condições para jogar, tendo de ser substituídos. 

A partir da saída de Albano a equipa do Cepanense jogou com 10 jogadores uma vez que já tinha esgotado as substituições. O Areias chegou ao 0-2 com um bom golo de meia distância, mantendo a vantagem de 0-2 até ao final.

Os jogadores do Areias viram sete cartões amarelos mas as faltar perigosas e que provocaram baixas na SRC foram todas mal ajuizadas pois a cor do cartão era seguramente outra. 

Resultado menos bom, que a equipa adversária acabou por merecer, mas em que nada abala a equipa do Cepanense que se mantém unida e focada para que no próximo jogo o resultado seja diferente.

Um agradecimento especial para os adeptos que apesar de um dia chuvoso, estiveram presentes.

O próximo jogo da Sociedade de Recreio Cepanense é dia 16 de Dezembro diante do Santa Cristina a contar para o Campeonato da AMAF.

Futebol Popular - Taça dos Campeões: ADC Lodares, 1 - ADCR Santa Cristina, 1 (resultado justo)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Empate chegou perto do final

A ADCR Santa Cristina foi a Lousada empatar com o Lodares, em jogo a contar para a 3.ª jornada Taça dos Campeões da Associação de Futebol Popular do Norte. 

O Lodares aproveitou bem o factor casa na primeira parte, tirando partido do seu campo com dimensões um pouco reduzidas, onde foi pressionando com um futebol nem sempre bem jogado por ambas as equipas, tendo pertencido à equipa da casa as melhores  oportunidades para fazer o golo, mas o marcador não se alterou.  

Na segunda parte o Lodares chegou à vantagem aos 52'. O Agrupamento não acusou o golo e foi crescendo no jogo, tendo, alcançado o empate aos 86', com Carlos a marcar de cabeça após um lançamento da linha lateral. 

Mediante aquilo que as duas equipas fizeram o empate acaba por ser o desfecho mais justo desta partida.

Juniores 2.ª Div.Nac.: AD Fafe, 4 - CC Taipas, 3 (emendar os erros a tempo)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Ricardo Castro

Caçadores só foram despistados nos descontos 


Os juniores da AD Fafe receberam os Caçadores das Taipas, em jogo da 13.ª Joenada do Nacional da 2.ª Divisão e tiveram uma vitória suada por 4-3, frente a um adversário que tinha como objectivo ultrapassar os fafenses na classificação.    

O Fafe entrou no jogo praticamente a ganhar pois logo aos 3’, André jogou em Miguelito que tabela com Drulo, este solicitou novamente Miguelito que cruzou rasteiro para Diego, ao primeiro poste, desviar de calcanhar para o fundo da baliza.

O Taipas chegou ao empate através de perda de bola de Drulo no meio, em que defesa fafense estava descompensada e o extremo cruzou rasteiro para aparecer avançado do taipense na cara de Rafa a não desperdiçar. 

O Fafe recuperou a vantagem perto da meia hora de jogo. Xavi pressionou o central taipense a bola sobrou para Diego que assistiu Chico para o 2-1.

Chico viria a bisar aos 39’. Miguelito fez um passe longo à procura de Chico que driblou um adversário e na cara do guarda-redes fez o 3-1. Logo no lance seguinte, aos 41’, o médio fafense perdeu a bola em zona proibida, aproveitando o Taipas para reduzir para 3-2.

A equipa dos Caçadores empatou o jogo aos 65’. Novamente um médio fafense a perder em zona proibida e o Taipas a não desperdiçar. 

Foi já nos descontos que os fafenses chegaram à vantagem final. Lançamento de Miguel para Henrique, que desviou ao primeiro poste, para surgir Cardoso a cabecear para o fundo da baliza e fazer o 4-3. 

No final o técnico fafense Nuno Guimarães assumiu, “foi um jogo onde entrámos bem, objetivos, e conseguimos marcar cedo. Cometemos três erros gravíssimos que originaram os golos do Taipas, uma equipa forte coletivamente com uma alma na disputa das bolas como poucas e acreditaram que íamos errar. Conseguimos marcar o golo da vitória nos descontos mas pelo que fizemos, só merecíamos um resultado vitorioso. Serve-nos de exemplo que não podemos cometer erros deste género se ambicionamos ir ao "play off" de subida. Faltam ainda muitos jogos, muitos pontos e todos eles vão ser disputados arduamente até ao último segundo".

sábado, 9 de dezembro de 2017

Taça AF Braga: GD Silvares, 2 - GD Serzedelo, 1 (Houve taça)

Jorginho fez o golo do empate
Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Silvarenses são tomba gigantes 

O GD Silva da 1.ª Divisão Distrital e eliminou o GD Serzedelo da Divisão Pró-Nacional ao vencer por 2-1, seguindo em frente na Taça AF de Braga, sendo por ora um dos tomba gigantes da prova. Não obstante o Serzedelo ocupar o último lugar do escalão mais alto do futebol distrital ainda há duas divisões a separar as equipas e se tivermos em contas as dificuldades naturais da equipa orientada por PH esta vitória acaba por ser muito mais importante do que parece.    

Foi uma partida equilibrado frente a um Sezedelo, recheado e jovens, com ritmo de jogo elevado e jogadores rápidos. O Silvares esteve muito bem e na primeira parte pertenceram-lhe as melhores oportunidades. Ainda assim foi a equipa vimaranense a inaugurar o marcador aos 41', no entanto a equipa fafense não se deixou desmotivar e empatou o jogo através de Jorginho aos 45'. 

Se o Silvares tinha acabado bem a primeira parte manteve essa atitude no início da segunda e isso valeu-lhe o segundo golo, apontado por Hugo aos 48'. A Segunda parte prosseguiu com um jogo repartido mas sem grandes situações de golo, tendo o GD Silvares segurado esta preciosa vitória que surge como uma luz para os jogadores acreditarem no seu próprio valor e continuarem a lutar no campeonato onde a temporada não está a correr a preceito.