.

.
.

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Laureta (ex-Nun'Álvares) assinou pela ADC Nogueiró Tenões da 2.ª Divisão

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Ala tem futsal para esta divisão e muito mais  


O ala que nas duas últimas épocas jogou no Grupo Nun'Álvares/IESFafe, Alfredo Laureta, acabou de assinar pela formação do ADC Nogueiró Tenões. 

Os bracarenses já anunciaram a sua contratação, ao anunciarem mais um reforço para a equipa sénior da próxima época 2017/2018. 

Trata-de se um jogador que acrescenta sempre algo às equipas onde joga e que deixou marca coma sua passagem pelo GNA onde marcou 59 golos em duas temporadas. É um jogador que tem futsal para a 2.ª Divisão e muito mais.

Este fim-de-semana a cidade de Fafe vai ser a capital do Andebol ao receber a Final Four da Taça de Portugal 2016/2017.


Texto: Diogo Gonçalves

Multiusos de Fafe vai ser palco de duas grandes competições

Fafe recebe mais uma competição de Andebol desta vez a Taça de Portugal, já recebeu o 1º Campeonato Europeu para deficientes intelectuais em março/abril de 2015 e também a Qualificação para o Campeonato da Europa Sub-20 em abril de 2016. 

Apuraram-se para esta Final Four masculina o AA Avanca depois de ter eliminado o Sanjoanense, o AC Fafe e o Águas Santas. O Sporting CP conseguiu chegar a esta Final Four vencendo o Arsenal, o Vitória FC e o SL Benfica. O ABC/UMinho eliminou o Estarreja, o Madeira SAD e o SC Horta. Já o FC Porto foi o SIR 1º de Maio, o Ismai e o Marítimo da Madeira.

Com isto vamos ter nas meias-finais (no sábado):

AA Avanca x Sporting CP – 15h45 – Pavilhão Multiusos de Fafe 

FC Porto x ABC/UMinho – 18h – Pavilhão Multiusos de Fafe

A Final será disputada no domingo às 17 horas. 

A nível feminino estão apuradas o Alavarium/Love Tiles eliminou o AC Salreu, o Passos Manuel e o Santa Joana. O ASS Assomada passou às meias-finais conseguindo vencer o Vela Tavira, o SIR 1º de Maio e o Alcanena. O Colégio de Gaia/Toyota venceu o Batalha, o Académico e o CA Leça. Por fim o Madeira SAD eliminou o Valongo do Vouga, o Alpendorada e as MaiaStars.

Os jogos das meias-finais (no sábado) são:

Madeira SAD x Alavarium/Love Tiles – 11 horas – Pavilhão Multiusos de Fafe

Colégio de Gaia/Toyota x ASS Assomada – 13h15 – Pavilhão Multiusos de Fafe

A Final será disptada no domingo às 14h30.


Pode adquirir os bilhetes nos seguintes locais:

- SEDE DA ASSOCIAÇÃO DE ANDEBOL DE BRAGA 

Rua Simões Almeida, n.95, 1º andar, Sala 11-A 

Quinta Santo Adrião 

Horário: 9h-12h / 14h-18h (dias úteis) 


- POSTO DE TURISMO DE FAFE - LOJA INTERATIVA 

Praça 25 de Abril - Fafe 

Horário: 9h às 19h (exceto Domingos) 

- PAVILHÃO MUNICIPAL DE FAFE - Secretaria Andebol Clube de Fafe 

Travessa Monsenhor Vieira de Castro - Fafe 

Horário: 14h às 21h (todos os dias)

A partir de 1 de Junho começam as captações para todos os escalões do OFC Antime

Futevólei: AD Fafe chegou aos 1/4 de final na Madeira

REDAÇÃO

Época ainda está a começar

A dupla da Mágica que esteve na primeira etapa do Campeonato Nacional de Futevolei, no passado fim de semana na Madeira, conseguiu chegar até aos quartos de final. 

Na fase de grupos obtiveram o terceiro lugar, vencendo duas duplas da ACD Boaventura e sendo derrotados, por sua vez, por duas equipas do CD Póvoa. 

Nos "quartos", Simão Félix e Vítor Hugo não conseguiram vencer João Gamboa e Nilson Júnior, ficando por aí a prestação dos fafenses. 

A próxima etapa, nos dias 8 e 9 de julho na Póvoa de Varzim, contará novamente com a presença da AD Fafe

terça-feira, 30 de maio de 2017

Futsal: Estão abertas as captações no Grupo Nun'Álvares. Informa-te


Dmytro Lytvyn, Reinildo e geral chamados à selecção dos seus países

REDAÇÃO

Prémio justo para três excelentes jogadores 


Três atletas que na época 2016/17 representaram a a AD Fafe foram chamados às respectivas selecções dos seus países. É um prémio justo para três excelentes jogadores.

Dmytro Lytvyn, foi convocado para a Seleção sub-21 da Ucrâniae Reinildo Mandava e Geraldo Matsimbe, foram convocados para a Seleção de Moçambique.

A AD Fafe deseja muita sorte aos três atletas na representação dos seus países.

Restauradores da Granja na Serra do Xurês subiram à Corga da Fecha

Texto: Fernando Martins / Fotos: DR


25 montanhistas apreciaram os encantos do Xurês

Cumprindo o calendário de montanhismo/pedestrianismo, os Restauradores da Granja deslocaram-se até Torneiros, em Lobios, Espanha, para a subida da Corga da Fecha, no coração do parque natural de Baixa Limia, na serra do Xurés.

Recorde-se que o ano passado tal desiderato não foi conseguido por ali se levar a cabo o resgate aéreo de um companheiro português que padeceu após queda quando praticava canyoning.

Assim, cerca de 25 montanhistas, enfrentaram a íngreme subida, sempre com vistas para o vale do rio Caldo, a serra de Santa Eufémia e para a imponente queda de água. A espectacularidade daquelas paisagens apresentava-se aos participantes em múltiplas facetas, dado o ziguezaguear do caminho.

Superada a primeira dificuldade, e a maior, percorreu-se um pequeno planalto até à Cabaniña do Curro, onde se descansou e repôs as energias já gastas. Daqui alcançavam-se vistas sobre toda a serra do Xerés (em galego).

Retomado o caminho, seguiu-se uma longa descida por um bonito caminho de montanha. Foi o momento ideal para conversas, histórias e observações mais atentas do meio natural envolvente, pois o fôlego permitia.

Restava cumprir-se a última parte, também ela com os seus encantos e segredos. Esta decorreu pela Geira Romana ou Via Nova - via de comunicação romana que ligava Bracara Augusta e Astúrica Augusta, atualmente Braga e Astórga, duas importantes cidades do império romano ocidental. Ainda são bem visíveis os testemunhos da calçada, dos marcos miliários e das ruínas de um balneário, estrategicamente localizado para aproveitamento das águas quentes que ali brotam, ainda hoje utilizadas.

O tradicional convívio gastronómico decorreu já em território português, junto à vila do Gerês.

O próximo evento do calendário de montanhismo/pedestrianismo dos Restauradores da Granja decorrerá no próximo dia 18 de junho de 2017, nas Fisgas de Ermelo.

Nuno Fernandes e Clube de Atletismo de Fafe triunfam no Trail Rota dos Moinhos do Ave


Texto: JVM / Fotos: DR

Filipe Rocha venceu escalão sub-23 do Ultra Trail de São Mamede (100km)

Dando continuidade ao calendário de trail running, o Clube de Atletismo de Fafe esteve presente em várias frentes nas últimas duas semanas, entre as quais o II Trail Rota dos Moinhos do Ave, em Rossas, que se realizou a 28 de maio e onde a equipa fafense conseguiu uma ótima prestação global.

Nuno Fernandes venceu claramente o Trail Curto, com Fernando Gonçalves a ser 3º da geral (vencedor do escalão M50) e Albano Seca 6º classificado (vencedor do escalão M40).

Estas 3 prestações permitiram à equipa subir ao lugar mais alto do pódio por equipas.

Facto que valoriza ainda mais a vitória de Nuno Fernandes na Rota dos Moinhos do Ave foi a sua participação, no dia anterior, nos 33km do Trail da Raposa, em Paredes, naquela que foi mais uma incursão do Clube de Atletismo de Fafe numa prova dos Campeonatos Nacionais de Trail. No meio dos melhores nacionais nestas distâncias, Nuno foi 6º classificado e 5º do escalão sénior.

Daniel Costa, no 29º lugar, e Rui Pedro Povo, 32º classificado, permitiram fechar a equipa num muito honroso 5º lugar coletivo, apenas atrás de equipas referência da modalidade.

No trail curto do Trail da Raposa, Nuno Lemos terminou no top ten, ao ser 9º classificado.

Participaram ainda no Trail da Raposa, Susana Rodrigues, 10ª classificada feminina, Rui Costa (111º da geral) e Ricardo Gonçalves (desistência por lesão).

Na semana anterior, a 20 de maio, realizou-se o Ultra Trail de São Mamede, em Portalegre, prova integrante do Campeonato Nacional de Ultra Endurance, e o fafense Filipe Rocha, numa demonstração de grande resistência, venceu o escalão sub-23, superando os 100km da prova.

Fora do contexto de trail running, nota para a excelente prestação de Jorge Vale na Corrida da Primavera, em Esposende, onde foi 33º da geral e atingiu o pódio do seu escalão, no 3º lugar, terminando a prova de 10 km em 37min37s.

Karaté: João Neiva (CBF) é Campeão Nacional de Kumite (combate) em iniciados

REDAÇÃO

Diogo Vieira obteve o 3.º lugar

No dia 27 de maio, realizou-se no Pavilhão Municipal Luís de Carvalho, no Barreiro, o Campeonato Nacional Infantis, Iniciados e Juvenis da Federação Nacional de Karaté – Portugal (FNK-P), instituição com estatuto de utilidade pública desportiva responsável pelo desenvolvimento e promoção ao mais alto nível do Karaté Nacional.

Nesta última competição oficial que juntou os melhores jovens competidores do panorama nacional apurados das respetivas fases regionais, o Centro Budo de Fafe fez-se representar pelos atletas: João Peixoto, João Neiva, Diogo Vieira (iniciados), Leonardo Leite e Diogo Leite (juvenis), todos demonstraram grande empenho e espírito de superação ao longo do evento, dignificando a cidade de Fafe.
De destacar o atleta João Neiva que depois do primeiro lugar alcançado no dia 25 de março na Póvoa de Varzim, conseguiu a proeza de sagrar-se Campeão Nacional na prova de Kumite (combate) iniciado + de 54 kg.

Ainda no mesmo escalão e categoria Diogo Vieira alcançou também o desejado pódio, conquistando o terceiro lugar.

“Mais uma vez o CBF congratula-se com estes resultados, que premeiam o esforço e dedicação de todos os seus atletas e treinadores”. Disse fonte do CBF.

Andebol - Formação: Iniciadas femininas são campeãs do Torneio de Encerramento

Texto: Diogo Gonçalves / Fotos: Isabel Fonseca


Iniciados masculinos ficaram em 
3.º lugar na Taça Hélder Machado

No último domingo, a cidade de Fafe esteve repleta de jogos de andebol. Primeiro com a disputa da Final Four da Taça Hélder Machado no escalão de Iniciados masculinos, organizada pela Associação de Andebol de Braga, em que houve quatro jogos (meias-finais, 3º/4º lugar e a final). Ainda houve o último jogo do Torneio de Encerramento das Iniciadas femininas.

As Iniciadas femininas defrontaram o B.E.C.A. no último jogo oficial da época no Pavilhão Municipal de Fafe no domingo. O jogo começou equilibrado mas a equipa fafense ia sobressaindo no jogo, a pouco e pouco foi ganhando vantagem até que chegou ao intervalo a vencer por 15-10. 

Na segunda parte o ACF continuou sempre na frente e a controlar o jogo até ao final. A partida terminou 26-19. Um grande jogo das fafenses, não só por ser o último mas também por ter sido a 10.ª vitória consecutiva neste Torneio, resumindo o AC Fafe venceu todos os jogos. Isto mostra que esta equipa merecia ter ido ao Campeonato Nacional defrontar equipas do seu nível. Parabéns Iniciadas femininas pelo 1.º lugar no Torneio de Encerramento.

A Taça Hélder Machado começou bem cedo, às 9:30 iniciava-se o primeiro jogo AC Fafe x AC Vermoim. Esperava-se um grande jogo de andebol e um jogo muito equilibrado. As equipas não começaram muito bem, cometeram várias falhas técnicas e eram poucos os golos nos primeiros minutos, com o passar do tempo o jogo começava a crescer. 

O Andebol Clube de Fafe tentava distanciar-se mas o Vermoim não o permitia, até que o Fafe conseguiu uma vantagem de 4 golos ao intervalo (13-9). Na segunda parte ambas as equipas entraram bem, o Vermoim ia-se aproximando no marcador. Nos últimos minutos o Fafe esteve a perder, conseguiu marcar e o ACV falhou nos últimos segundos (27-27). 

Com tudo isto o jogo teve de ir a prolongamento. Na 1.ª parte o Fafe esteve e conseguiu fazer 3-1 (30-28). Na 2.ª parte o Vermoim conseguiu a vitória nos últimos três segundos com um remate certeiro que ditou a vitória. A partida terminou 31-32. Faltou uma pontinha de sorte ao ACF. O Vermoim jogava a final de tarde com este resultado.

Às 11:15 o Arsenal da Devesa defrontou o SVR Benfica e levou este a melhor vencendo por 27-20 ao intervalo a vantagem já era dos bracarenses de 15-8. O Arsenal passava assim à Final e jogava com o Vermoim. Já o Benfica jogava para 3.º e 4.º lugar contra o AC Fafe.

De tarde o AC Fafe defrontou o Benfica para 3.º e 4.º lugar e jogou muito bem pois conseguiu a meio da 1.ª parte estar a vencer por uma diferença de 10 golos. Ao intervalo o marcador registava 19-9. A segunda parte foi idêntica com o Fafe melhor na partida tendo terminado a vencer 35-21, obtendo o 3.º lugar.

A final jogou-se entre o Vermoim e o Arsenal. Na primeira parte o jogo foi equilibrado chegando ao intervalo com os bracarenses a vencer por dois (11-13). 

Na segunda parte o Vermoim não esteve bem e perto do final perdia por 10 golos e apenas conseguiu diminuir a desvantagem para sete (21-28), tendo o Arsenal Clube de Devesa sido o grande Vencedor da Taça Hélder Machado.

Cláudia Carvalho foi 3.ª no Escalão F35 da Corrida do Douro Vinhateiro 2017

Texto e foto: João Carlos Lopes 


Cepanense levou meia centena à "mais bela corrida do mundo" 


A atleta da Sociedade de Recreio Cepanense, Cláudia Carvalho obteve o 3.º lugar no escalão F35 na meia maratona do Douro Vinhateiro realizada no último Domingo. 

Esta foi 12.ª edição da Meia Maratona do Douro Vinhateiro, também conhecida como "A mais bela corrida do mundo", teve partida na Barragem de Bagaúste, em Peso da Régua e chegada ao centro da cidade da mesma localidade. 


A SR Cepanense levou a este evento mais duas dezenas de atletas tendo todos concluído os 21 km do percurso. Além da corrida o autocarro também transportou outros desportistas fafenses que participaram na caminhada de 6 km numa comitiva de cerca de meia centena de pessoas.  

Alfredo Laureta terminou a sua ligação ao Nun'Álvares



Texto e foto: João Carlos Lopes

Ala marcou 59 golos em duas temporadas

Um dos melhores jogadores que já passaram pelo futsal do Grupo Nun'Álvares, Alfredo Laureta está de saída do Clube depois de ter dado o corpo e a alma pelo mesmo ao longo de duas temporadas, onde deixou uma marca que não é fácil de atingir por qualquer jogador. 

O ala vai agora abraçar novo projecto e certamente que vai contribuir para o sucesso do mesmo pois a sua qualidade dentro da quadra é inquestionável.  

É o próprio atleta quem dá conta da sua saída numa missiva publica:   

"E assim chega ao fim a minha ligação ao GNA, saio com o sentimento de dever cumprido, foram duas épocas em que fiz um total de 59 golos, nunca digo nunca, mas provavelmente terá sido a minha última passagem por esta grande instituição.

Quero agradecer muito ao Sr. Nelo Barros pois foi ele que um dia me abriu as portas desta colectividade (estimo muito este senhor, espero que guarde com carinho a camisola), ao Paulo Monteiro por ter sido sempre impecável em todos os momentos e por ter mantido sempre em dia o que foi acordado (muito obrigado por tudo, és grande), aos manos André Ribeiro, Tiago Lopes porque fizemos esta viagem mais que juntos, solidificando a nossa amizade que já de si é diária e muito forte, não posso esquecer o melhor adepto que agora se tornou amigo Afonso Freitas, por último mas não menos importante, até a mais importante, a minha esposa/filho Maria Silva por estarem SEMPRE ao meu lado (AMO-VOS !!!) ... e a todos os outros que directa ou indirectamente fizeram parte desta minha aventura ... fiz alguns amigos para a vida e cresci muito enquanto jogador e ser humano ... Agora é bola para frente e novidades em breve !!! #TiveOrgulhoEmVestir84DeHistória ... #Laureta10 !!!

Três finais de Taça encerram as competições da AMAF no próximo Domingo

REDACÇÃO

Taça de Futebol 11 e de Seniores e Veteranos de Futsal 

A Associação de Modalidades Amadoras de Fafe (AMAF), realiza no próximo Domingo, dia 4 de junho, as finais das Taças das competições de futebol, futsal sénior masculino e futsal veteranos.

O pontapé de saída tem início às 16h00 no Estádio Municipal de Fafe com o embate entre Ases de São Jorge, atuais detentores do troféu, e Amigos de Quinchães. 

Mais tarde, pelas 18h00, os veteranos da AD Fafe e do Grupo Nun’Álvares medem forças no Pavilhão Municipal, em mais um duelo que se prevê de grande emoção. 

Segue-se a final de futsal em seniores masculinos entre Santo Ovídio e Futsal Clube de Fafe, pelas 19h00, que dita o encerramento da temporada 2017/18 para mais de 35 equipas distribuídas por três ligas.

A entrada é gratuita e convidam-se todos os aficionados das modalidades a participar nesta grande tarde desportiva.

Este é o primeiro ano da AMAF como entidade organizadora das competições de futebol e futsal concelhio. Atualmente é responsável pela organização de 11 campeonatos de futsal e futebol em vários escalões etários. 

No total, mais de 1300 atletas competem nas diversas competições, sendo uma importante coletividade para a dinamização do desporto tanto no concelho como também fora do mesmo.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Quatro 1.ºs lugares para Diana Durães e dois 2.ºs no X Meeting de Coimbra



Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR


Uma "águia submarina"

A nadadora fafense Diana Durães, que representa o SL Benfica venceu quatro provas de natação e ficou em dois segundos lugares o X Meeting Cidade de Coimbra/XXIX Torneio Internacional da Queima das Fitas, que se realizou no último fim de semana no complexo olímpico daquela cidade.

Diana continua a mostra que está em grande forma e não deixa créditos por mãos alheias, vencendo e convencendo, tendo obtido ainda a melhor pontuação FINA em igualdade pontual com Tamilla Holub do SC Braga.

RESULTADOS DE DIANA DURÃES

1 lugar 200 metros livres

1 lugar 400 metros livres

2 lugar 800 metros livres

2 lugar 1500 metros livres

1 lugar 4x 100 livres mistos

1 lugar 4x 100 estilos mistos
.

Golfe - Pitch&Put: Leonor Bessa bateu Hugo Espiríto Santo e sagrou-se campeã Nacional

REDAÇÃO

Primeira mulher a vencer o Campeonato Nacional de Pitch&Put

Leonor Bessa de Paredes golf Club Conquistou o Nacional de Pitch & Putt após bater Hugo Espírito Santo de Rilhadas no play-off. ( Buraco 1)

Leonor Bessa tornou-se no Domingo a primeira senhora a vencer o Campeonato Nacional de Pitch & Putt, na nona edição da prova que este ano se jogou pela primeira vez no Campo de Golfe do Aqueduto, em Paredes. Outra proeza que alcançou foi a de ter juntado o título máximo da especialidade ao de campeã nacional amadora absoluta no golfe convencional, feito inédito no golfe português. 

Mas, apesar de ter liderado ou co-liderado da primeira à última volta, a jogadora do Paredes Golfe Clube teve de sofrer para ganhar, devido à boa réplica que lhe foi oferecida por Hugo Espírito Santo, de Rilhadas, campeão por quatro vezes (em 2009, 2010, 2011 e 2013). Este era segundo à partida para a jornada decisiva, a cinco shots de Leonor, que liderava destacada, mas foi encurtando a diferença e houve até uma altura em que chegou a ultrapassá-la na frente, no buraco 13. 

“Eu estava confiante no meu swing, no meu jogo, tentei manter-me calma e tranquila, o pitch & putt é um jogo em que rapidamente se faz birdies e eu sabia que podia recuperar para voltar ao jogo” afirmou Leonor a propósito daquele momento em que se viu em desvantagem.

Mas logo no buraco 14, voltou a igualá-lo: fez birdie ao passo que Hugo falhou o seu birdie a cerca de um metro do buraco. “Foi a única falha que tive”, reconheceu o jogador ao GolfTattoo. 

Contas feitas, Hugo anulou a desvantagem fazendo o excelente resultado de 50 pancadas (4 abaixo do par-54) a fechar, contra o 55 (+1) de Leonor. No agregado acabaram empatados na frente com 155 pancadas, 7 abaixo do par. Tomás Bessa (52 a fechar), irmão de Leonor, e João Maria Pontes (54), campeão nacional de pitch & putt em 2014 e 2015, ambos também de Paredes, partilharam o terceiro lugar com um total de 161, mas no desempate para o último lugar do pódio valeu a melhor volta final do primeiro.

No play-off, no buraco 1, ambos falharam ligeiramente o green à direita, com Leonor a conseguir fazer o up & down para o par e depois Hugo a falhar por pouco o seu putt para par. Estava conhecido o desfecho do torneio.

Leonor Bessa e Hugo Espírito Santo sobre a última volta 

“Hoje sofri um bocadinho, mas isso também dá um sabor diferente à vitória. Apesar de ter dado bons shots, falhei mais do que ontem [sábado, dia em que se jogaram as duas primeiras voltas], também das vezes que falhei, fui um bocadinho prejudicada”, disse a nova campeã nacional da especialidade, que sucede na lista dos vencedores ao ausente Diogo Gambini. 

Hugo Espírito Santo afirmou que jogou “sem medo, ao ataque, a Leonor também fez alguns erros, eu sabia que ela podia vacilar e ficar mais nervosa com o meu aproximar e foi o que aconteceu ao longo dos buracos, fui-me aproximando cada vez mais. Foi inglório para mim, mas a Leonor é uma belíssima jogadora e dou-lhe os parabéns porque é uma jogadora fenomenal e uma justa vencedora.” abraço amigo João.

Arões SC conseguiu quatro subidas e é campeão em três escalões em 2016/17

Juniores foram os últimos a subir
Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR


Mais um ano de ouro para o Clube 

O Arões SC arrecadou mais uma subida esta temporada com os juniores a subirem à divisão de Honra da AF de Braga, juntando-se aos seniores, juvenis e iniciados. 

Os iniciados e infantis do clube, tal como os seniores também conseguiram ser campeões.

Os juvenis do Arões só não foram campeões pela diferença de um golo. Os juniores foram os últimos a subir, sob o comando técnico do treinador e também coordenador da formação aronense Ricardo Cunha. 

RESULTADOS DESPORTIVOS 2016/2017

Seniores : CAMPEÃO + subida 

Juniores : subida 

Juvenis : subida 

Iniciados : CAMPEÃO + subida 

Infantis : CAMPEÃO

Canoagem: Marta Noval é Campeã Nacional em K2 e vice campeã em Maratona K1

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR


"Foram os resultados da prova que mais esperei

A canoísta fafense Marta Noval, sagrou-se no último Domingo Campeão Nacional em K2, em parceria com Ana Valentim, que a fafense considera “uma pessoa muito experiente, lutadora e muito bem preparada. Fizemos um excelente trabalho de equipa e conseguimos sagrar-nos campeãs Nacionais de Maratona”.

No dia anterior a atleta do Clube de Canoagem de Amora competiu em K1, no qual se sagrou vice-campeã nacional. “Posso dizer que foi a maratona mais dura que fiz e pela primeira vez numa competição passou-me pela cabeça desistir. Como desistir não é opção, fui à luta e consegui recuperar o 2.º lugar depois de ter estado muito tempo em 5º”, referiu.

No final de todas as provas Marta Noval considerou que “foi um fim de semana de duro, de muitos Km, muita emoção e sobretudo muita aprendizagem. Como tal, não podia deixar de agradecer a todos os que me apoiaram não só nas provas, mas ao longo do percurso que foi longo e custoso, como diz o meu treinador, Nuno Atsionac Henriques "As medalhas conquistam-se nos treinos". Sem dúvida que o meu amigo e companheiro de treinos Filipe Vieira também é culpado destes excelentes resultados, obrigada Vieira e parabéns, ambos conseguimos os objetivos. Quem tem amigos tem tudo e posso dizer que tenho os melhores comigo”, referiu.

domingo, 28 de maio de 2017

Futsal: Nun'Álvares garante final four em juniores femininos

Texto e foto: Ricardo Jorge Castro
Fafenses em festa efusiva no final do jogo


Alvarinhas voltam a lutar pelo título

A equipa júnior feminina do Nun'Álvares garantiu este domingo um lugar na final four da Taça Nacional, a duas jornadas do fim da segunda fase de grupos, ao vencer a Casa do Futebol Clube do Porto de Rio Tinto, por 9-3.

Numa primeira parte de superioridade fafense, Catarina abriu o ativo ao minuto dois, o mote para o 6-0 que se registava ao intervalo, resultado que surgiu com os golos de Leninha, Martinha, Bruna e um bis de Rita.

No segundo tempo, a equipa visitante reduziu aos 27 minutos e Bruna, na resposta, completou o hat-trick para o 8-1. Nos minutos finais, as portuenses reduziram para 8-2 e Leninha fez o 9-2, antes do golo final das forasteiras, em cima do apito final.

O final de jogo foi de festa para as fafense. Um ano depois, as alvarinhas repetem presença na final a quatro, na qual vão lutar pelo título nacional. 

Desporto Escolar: Escola Carlos Teixeira é pentacampeã Distrital de Futsal feminino em iniciados

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Lutar agora pelo penta nos regionais

A Escola Professor Carlos Teixeira, de Fafe, sagrou-se pela quinta vez consecutiva, campeã distrital de Futsal Feminino, no escalão de iniciados, sob o comando técnico da professora Manuela Trigo. 

Este título dá direito à presença pela quinta vez consecutiva nos Campeonatos Regionais de Desporto Escolar de Iniciados na modalidade de Futsal, nos dias 16 e 17 de Junho, que se realizam em São João da Madeira. 

De recordar que a Escola Carlos Teixeira, em representação de todas as Escolas do Distrito de Braga (CLDE de Braga) é tetra campeã regional e este ano vai tentar o penta. 

Fernando Fontão mantém-se no comando técnico da ACD Pica em 2017/18

Fernando Fontão à direita
Texto e foto: João Carlos Lopes 

Oportunidade de começar a época à sua maneira

A exemplo do que sucedeu nas outras equipas de Fafe da Divisão de Honra, o técnico vimaranense Fernando Fontão vai continuar como treinador principal da ACD Pica para a temporada 2017/18. 

Fontão chegou à Pica sensivelmente a meio da temporada passada para substituir Paulo Soares e manteve-se até ao final da temporada que terminou em 4-º lugar, tendo chamado vários juniores à equipa sénior na fase final da época numa opção bem sucedida.

O treinador de 43 anos, antes de chegar à Pica tinha treinado as equipas seniores do Pevidém SC e do Joane e antes treinou a formação do Pevidém e de Os Sandinenses. 

Agora o treinador da Pica vai ter oportunidade de começar a época à sua maneira, com os jogadores que entender que lhe dão garantias para andar nos lugares cimeiros da tabela.     

Taça Nac. Futsal Fem.: AD Serpinense, 0 - Nun'Álvares/IESFafe, 6 (Voltar a acreditar)

Texto e foto: João Carlos Lopes

Póvoa empatou e próximo jogo é muito importante

As seniores do Grupo Nun'Álvares/IESFafe deslocaram-se a Coimbra para defrontar o Serpinense em jogo da 3.ª Jornada da Taça Nacional de Futsal Feminino, tendo vencido por 6-0. 

A equipa de Rui Cunha chegou ao intervalo a vencer por 2-0, com golos de Liana e Mafalda. Na segunda parte foi ainda mais superior e apontou mais quatro golos, por Ana Loira, Cindy e Bibi, com esta a bisar. 

Na próxima jornada as Condestáveis recebem o Póvoa Futsal, equipa com quem perderam na primeira jornada desta fase por 6-1. No entanto as poveiras foram empatar a Viseu com o Lusitano de Vildemoinhos a uma bola pelo que nesta altura têm apenas mais um ponto que as fafenses, que em caso de vitória passam para a frente. 

Recorde-se que apenas o primeiro classificado de cada série se apura para a final four, o que desde logo garante a subida à 1.ª Divisão Nacional. O apoio no próximo jogo é muito importante para que o Nun'Álvares alcance os seu objectivo.  

Fafense Luís Pereira subiu à 1.ª Divisão pelo Xico Andebol

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR 

Mais uma subida no currículo do jovem fafense

O ponta esquerda fafense Luís Pereira agregou mais uma subida à 1.ª Divisão na sua ainda curta carreira, depois de o ter feito no AC Fafe, agora ao serviço dos vimaranenses do Xico Andebol.  

A subida foi garantida no Pavilhão Moniz Pereira, no jogo entre o CDE Camões e o Xico Andebol que os vimaranenses venceram por 24-30, o que lhe permitiu fazer a festa de pois de ter ido para o intervalo a vencer por 17-11.

Recorde-se que Luís- Pereira fez formação no AC Fafe, Clube que representou até à época passada e é irmão de Mário Pereira, atleta do AC Fafe que aproveitou o facto dos fafenses jogarem em Lisboa, onde venceram o Belenenses, para não viajar com a equipa e juntamente com Tiné foram apoiar o seu irmão Luís.   

De recordar que no Xico Andebol jogam mais dois atletas que representaram muitos anos o AC Fafe, Cláudio Mota e César Gonçalves.  


Após a 10.ª Jornada a Classificação ficou assim estabelecida: - 1.º São Bernardo (24 pontos), 2.º Xico Andebol (23 pontos), 3.º GC Santo Tirso (21 pontos), 4.º AD Sanjoanense (19 pontos), 5.º Vitória FC (18 pontos), 6.º CDE Camões (15 pontos).

OFC Antime aposta na continuidade do técnico Luís Miguel

Luís Miguel mantém-se como técnico do OFC Antime
Texto e fotos: João Carlos Lopes 

"Não vão haver muitas remodelações"

O OFC Antime despediu-se da época 2016/17 com um jantar que reunião elementos do plantel sénior, equipa técnica, elenco directivo e patrocinadores. Nessa reunião de Operários foi revelada a continuidade do técnico Luís Miguel, que fez um grande trabalho de recuperação da equipa levando-a a revelar o seu real valor.  

O presidente Jorge Marinheiro relembrou que é verdade que equipa não alcançou o objectivo proposto no início da época, o que sucedeu por várias razões, uma delas por análise da Direcção e noutras por alguma falta de sorte em alguns jogos. Frisou que não têm nenhum motivo de queixa das equipas de arbitragem e se calhar o Antime não fez o seu trabalho como devia, ou então os adversários foram melhores e aí só têm que lhe dar os parabéns."

Presidente do OFC Antime, Jorge Marinheiro 
O presidente no activo, referiu que por vontade da Direcção não vão haver muitas remodelações para a próxima temporada e que o valor do plantel não reflete o resultado do último jogo, mas a equipa acabou a temporada da pior forma ficando em 6.º quando podia ter ficado em 3.º. Vamos manter a equipa técnica e assumir-nos como candidatos, temos orgulho em todos vós pela forma digna como nos representaram", frisou.

Dirigindo-se depois aos colegas de direcção afirmou, "com este tipo de directores é fácil ser presidente do Antime, soubemos ser solidários amigos e ultrapassamos todos os problemas. Virou-se depois para o patrocinador principal, o senhor António da Fabincal, desejando que continue a apoiar o Clube. 
Capitão do OFC Antime, Bruno Malhado

Por fim e para descontrair ainda mais ambiente Jorge Marinheiro revelou alguns dados estatísticos da temporada dos Operários. 125 treinos efectuados, aos quais Ruben e Nuno Preto não falharam nenhum, bem como Ismael que entrou em Outubro e não falhou qualquer treino. Depois desses, os mais assíduos foram Bruno Malhado com uma falta e Ricardo Morais e Gil, com duas. O jogador mais utilizado foi Carioca, com 2752 minutos em 26 jogos, seguido de Laureano e malhado, com 2227 e 2172 minutos respectivamente. Já o melhor marcador da equipa foi Raimundo com 13 golos, seguido de Ismael, com 7 e Leo com 6. Esta época o Antime registou 89 cartões amarelos e 11 vermelhos. 

Também o vice-presidente, Osvaldo Neves, referiu que o Antime cumpriu com os seus compromissos e confessou que dos anos que está no Clube este foi o melhor grupo de trabalho com quem lidou, que honraram o Antime com alegria, e tiveram uma postura digna como homens de início até ao fim. 

Já o treinador, Luís Miguel, salientou, que "quando foi convidado disse logo que sim apesar de saber que a situação era complicada. O primeiro objectivo era tentar estabilizar a equipa e resolver rapidamente a situação da manutenção. Depois acreditamos e tentamos a subida e estivemos muito perto de chegar ao segundo lugar, mas não foi fácil dar a volta à situação", frisou.  

Sinto-me realizado em ser treinador do Antime é com todo o gosto que agradeço a aposta na continuidade da equipa técnica, porque sinto que o Clube tem prazer em termos cá.  Por isso não pendei duas vezes em continuar. A seguir ao Fafe é o Antime que mais se identifica comigo porque tem gente humilde como eu. Tínhamos um bom plantel que colocavam dentro de campo o que lhes era pedido nos treinos e por isso nos sentíamos realizados no final dos jogos porque dávamos tudo o que tínhamos dentro de campo. Por isso os jogadores devem continuar com muita coragem e força e manter o gosto de vencer. Ter o prazer de lutar sempre pela vitória e tentar ser mais fortes que os adversários. 

Já o capitão da equipa, Bruno Malhado, afirmou, "Nunca nos faltou nada por isso pedimos desculpas por não termos atingido o objectivo do início da época, porque talvez não tenhamos sido competentes em todos os jogos. O mister Luís Miguel veio mudar o figurino". Disse ainda, "ando no futebol há muitos anos e talvez este tenha sido o melhor grupo que encontrei. Desejo boa sorte a toda a gente sem excepção e que para a nova temporada o OFC Antime consiga atingir o objectivo.  

sábado, 27 de maio de 2017

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: União Torcatense, 2 - ACD Pica, 2 (Vitória esteve muito perto)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: DR

Leiras marcou um golo do outro mundo 

Os juniores da ACD Pica deslocaram-se ao reduto do Torcatense onde empataram a duas bolas no terreno do campeão da série D. 

A Pica entrou bem no jogo e logo aos 5' esteve perto de marcar numa grande jogada de Leiras que já dentro da área rematou para golo mas viu um jogador local tirar a bola em cima da linha. 

Mais dois minutos e Coelho rematou forte de fora de área, com o bola a sair rente à barra os 10', após canto apontado por Carlitos para a área onde apareceu o avançado cabeceou por cima. 

O Torcatense chegou ao golo aos 29', contra a corrente do jogo numa bola metida nas costa da defesa da Pica. Dois minutos depois, Coelho viu o guarda-redes do Torcatense adiantado fez-lhe um chapéu mas a bola saiu a rasar a barra. 

Foi sobre o apito para o intervalo que de uma grande jogada de Fabinho que cruzou para a área, apareceu o matador Coelho a cabecear para o empate.

A segunda parte foi mais fraca, com o tempo muito quente a não ajudar, um avez que o jogo começou às 15.  Foi a Pica a criar perigo aos 65', com Fabinho a fintar dois jogadores, a entrar na área e a rematar para grade defesa do guarda redes do Torcatense.

Aos 80', chegou o momento alto do jogo com Leiras a partir a loiça toda do lado direito e na quina da área a rematar e a bola a entrar no ângulo esquerdo da baliza do Torcatense naquilo que foi um um golo do outro mundo.

A Pica sofreu o empate aos 90', numa bola metida na direita, com má abordagem da defesa fafense, a deixar o jogador aparecer na cara de Cristiano para fazer o empate

Este jogo teve um trio de arbitragem espectacular que já tinha feito o Antime Pica e que está de parabéns pelo trabalho desempenhado. 

ACD PICA: Cristiano; Tiaguinho, Vasco (Sérgio castro, 20'), Tinoco, Carlitos (c) (Rocha, 70'), Coelho, Zé Freitas (Raul, 85'), Duarte, Fabinho, Leiras e Vareira. Treinador, Nelson Alves.    

António Pereira já deu o sim ao GCD Regadas para a continuar

Texto e foto: João Carlos Lopes

Dar continuidade ao excelente trabalho realizado

O técnico vimaranense António Pereira que foi o grande responsável pela continuidade do GCD Regadas na Divisão de Honra ao fazer uma grande recuperação pontual nos dez jogos que orientou a equipa, já deu o sim ao presidente Zezé Lobo para a sua continuidade como técnico, apesar de ter convites de outros Clubes, pelo menos um do patamar acima.

O técnico entende que deve dar continuidade ao seu trabalho porque encontrou gente humilde em Regadas e um plantel com vontade de trabalhar para contrabalançar as dificuldades físicas existentes, porquanto o GCD Regadas é a única equipa fafense da Divisão de Honra que ainda joga num campo pelado. 

O treinador já tinha dado a entender no final do jogo com o Ruivanense que podia ficar mas agora é definitivo que fica.    

Taça AF Braga - 1.ª mão 1/2 Final: GD Porto D'Ave , 0 - Arões SC, 0 (Tudo em aberto)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 

Arões teve mais hipóteses de marcar 

O Arões SC, deslocou-se ao recinto do GD Porto D'Ave para disputar a primeira mão das meias finais da Taça da AF de Braga e apesar de ter criado mais oportunidades para marcar, saiu de terras de Lanhoso com uma igualdade sem golos, deixando tudo em aberto para o jogo da segunda mão a realizar no seu recinto no próximo Sábado. 

As equipas respeitaram-se nos primeiros minutos da partida mas aos 8', André, de cabeça, na área, não deu a melhor correspondência a um cruzamento perfeito de Barbosa na esquerda. Cinco minutos depois, Pato cobrou canto para Peitaça socar a bola e Lapinha tentar fazer golo de cabeça mas a equipa da casa a afastar o perigo. 

O Porto D'Ave surgiu a rematar aos 20', numa boa rotação de Luís Filipe a fazer a bola passar perto da baliza de Zé Fernandes. 

A primeira parte terminou sem que as equipas tivessem arriscado muito, ainda que o Arões tenha tido mais posse e incomodado mais o guarda-redes contrário. 

A equipa orientada por Eduardo Pereira surgiu mais acutilante na segunda parte. Aos 46', Fausto rematou de longe mas ao lado; 50', André marcou um canto para Peitaça evitar um autogolo com boa intervenção. No minuto seguinte rematou na área para ganhar canto. Pato cobrou dois livres aos 58' e 51', mas o primeiro saiu muito ao lado e o segundo contra a barreira. 

O Porto D'Ave podia ter marcado aos 64', num passe a rasgar na diagonal para Rui Abreu aparecer muito perto da baliza a rematar de primeira para grande defesa de Zé Fernandes, naquela que foi a melhor oportunidade da equipa da casa.  

O Arões voltou a incomodar num livre de André na direita que resultou em defesa apertada de Peitaça para canto, da bola parada surgiu mais perigo mas o guarda-redes voou para desviar a trajectória da bola, isto aos 70'.

Fred entrou no jogo aos 66' e aos  73', dez um passe de morte para Fausto este ficou na cara de Peitaça mas não conseguiu fazer-lhe o chapéu, numa grande oportunidade. O jogador voltou a tentar o mesmo lance aos 77', mas este ainda lhe saiu pior. 

O Porto D'Ave  apareceu com perigo aos 86', num remate de Miguel com Zé Fernando a tocar na bola e esta a bater na malha lateral da baliza. 

Sobre os 90', Pato bateu um livre para Peitaça defender para canto. Três minutos depois Mikei cruzou longo ao segundo poste mas Tó chegou atrasado junto da baliza do Arões. 

O último lance de perigo e do jogo foi aos 94', com Seba a conduzir um contra-ataque mas a entregar com defeito a André para este apenas ter tempo de ganhar canto, do qual nada resultou. 


Jogo no Campo do GD Porto D'Ave, na Póvoa de Lanhoso. 

Árbitro, Henrique Silva, auxiliado por Carlos Lima e Flávio Dias.

GD PORTO D'AVE: Peitaça; Francisco, Miguel, Serginho (Luizinho, 78'), Pesca Schweppes, Huguinho, Luís Filipe, Geraldo (Mikey, 66'), Cabreira e Rui Abreu (Tó, 66'). Treinador, Filipe Gonça. 

ARÕES SC: Zé Fernandes; Marcos, Zé Pedro, Emanuel, Zézinho, Pato, Gutti (Fred, 66'), André, Barbosa, Lapinha, Fausto Seba, 86'), Treinador, Eduardo Pereira.

DISCIPLINA - cartão amarelo a: Rui Abreu, 54'; Patop, 67'; Fausto, 78 e Luizinho, 79.   

Futsal Fem. 2.ª Fase - AF Braga: ACDR Cambeses, 2 - Rumo ao Futuro/CS Fafe, 2

Texto e foto: João Carlos Lopes

Ponto premeia o esforço e sacrifício

A AD Rumo ao Futuro/Clube Saúde de Fafe deslocou-se a Barcelos onde jogou com a ACDR Cambeses, para a 7.ª jornada da 2.ª Fase do campeonato sénior feminino de Futsal da AF de Braga, tendo registado um empate a duas bolas.

Assistiu-se a uma boa primeira parte em que as fafenses chegaram ao intervalo a vencer por 0-1 beneficiando de um autogolo, mas tiveram o domínio do jogo e até desperdiçaram algumas oportunidades para ampliar o marcador. 

Na segunda parte a equipa revelou-se mias uma vez cansada e apenas com sete atletas de campo, houve domínio consentido do Cambeses, com as fafenses algo apáticas, o que permitiu às barcelenses virar o resultado para 2-1.

A equipa do RF/CSF não desistiu do jogo e foi com espírito de sacrifício, que chegou à igualdade por Juliana quando já arriscava tudo no 5x4, no último minuto de jogo.

Futsal AF Braga - AD Fafe/ACRF, 3 - Candoso, 1

Texto e foto: Ricardo Jorge Castro

Segundo lugar e moral para a Taça

A AD Fafe/ACRFornelos garantiu o segundo lugar no campeonato ao vencer o já campeão Candoso, por 3-1, na última jornada da fase de subida.

Num jogo em que o treinador dos vimaranenses, Fabrício, deixou muitos dos habituais titulares de fora, André deu vantagem aos visitantes na primeira parte, mas o Fafe conseguiu igualar ainda antes do descanso.

No segundo tempo, Gijo, aos 27 e 29 minutos, deu o triunfo à equipa de João Nuno Sousa, uma semana antes do embate da final da Taça AF Braga.

A fechar, João Costa viu o vermelho direto por travar um jogador fafense que seguia isolado. Em superioridade numérica, os homens da casa estiveram perto do 4-1, mas Shake atirou ao ferro da baliza.

Andebol - 1.ª Divisão Nacional: Belenenses, 26 - AC Fafe, 28

Texto: Ricardo Jorge Castro

Condição de visitante tem dado frutos

O Andebol Clube de Fafe foi ao Pavilhão Acácio Rosa vencer o Belenenses por 28-26 e deu um passo importante na luta pela manutenção no principal escalão do andebol português.

Ao intervalo, os fafenses perdiam por 16-13, mas um parcial favorável de 15-10 no segundo tempo permitiu à equipa de Luís Silva garantir três preciosos pontos depois da derrota caseira com o Boa Hora.

Em cinco jogos fora na fase de manutenção, o ACF venceu quatro e perdeu um. A condição de visitante tem mesmo sido decisiva para os fafenses conseguirem bons resultados nesta fase, algo que não tem acontecido tanto no Municipal de Fafe.

Vladimiro Pires, com oito golos, foi o melhor marcador fafense. Gonçalo Ribeiro, do Belenenses, foi o máximo goleador, com 12 tentos.

Na próxima jornada, o ACF recebe o Arsenal da Devesa.