.

.
.

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Futsal - Grupo Nun'Álvares: Resultados do fim de semana


Atletismo: Fafenses brilharam na Gerês Marathon com 4 pódios

Fafenses que foram ao pódio da esq. para dir.
José Pereira 1.º 13 km Masc.;
Cláudia Marinho 1.ª 13 km Fem.; Ricardo
Castro 3.º 13 km Masc. e Paulinho Mendes, 1.º 21 km
Texto: João Carlos Lopes / Fotos: DR 


Paulinho Mendes venceu a meia maratona e José
Pereira e Cláudia Marinho triunfaram nos 13 km 

O atletismo fafense esteve ao mais alto nível na segunda edição da Gerês Marathon, também apelidada de prova mais dura do mundo, onde foram conquistados três triunfos e outro lugar no pódio. 

Na distância de 13 km, os atletas da Sociedade de Recreio Cepanense estiveram em particular destaque. José Pereira venceu a prova em termos absolutos e Cláudia Marinho obteve o primeiro lugar entre as mulheres. Ainda no escalão masculino outro cepanense, Ricardo Castro ocupou o terceiro lugar do pódio.  

Na meia maratona, em que foram percorridos 21 km, o atleta fafense Paulinho Mendes, que correu em nome individual, foi mais forte que toda a concorrência e subiu ao lugar mais alto do pódio. Nesta distancia e no escalão feminino Cidália Novais, também em representação da SRC, atleta que tinha vencido a prova dos 13 km no ano passado, obteve um honroso 4.º lugar. 

Na prova rainha, de 42 km é de enaltecer o excelente 5.º lugar do fafense Nuno Fernandes que nesta prova representou a equipa Fafe Runners, subindo dois lugares em relação à prova do ano passado. 

A organização que está a cargo do ultra maratonista de renome mundial Carlos Sá, divulga o evento desta maneira "A Gerês Marathon não pretende ser uma maratona igual a outras, será única no Mundo! O que a diferenciará são os vários aspetos associados ao local onde a mesma se desenrola - as estradas do único Parque Nacional de Portugal, em pleno coração do Gerês. Aliar à velocidade o desnível, cria nesta maratona um grau de dificuldade substancialmente diferente e, mais elevado, que as maratonas onde normalmente se corre para o cronómetro.

Juniores - 1.ª Div. AF Braga: ACD Pica, 1 - União Torcatense, 0

Texto: João Carlos Lopes / Foto: A. Freitas 

Leiras decidiu e Pincha foi homem de coragem 

Os Juniores da ACD Pica receberam e bateram o União Torcatense por uma bola a zero em jogo realizado ma tarde de Domingo no Campo de Jogos da Pica, a contar para o Campeonato Distrital da 1.ª Divisão, numa partida muito disputada a meio campo sem grandes oportunidades de golo. Foi uma partida de luta, muita força e vontade de o vencer. Pincha jogou 80 minutos com o cotovelo imobilizado sem querer sair de campo para ajudar os seus colegas. No final de jogo foi acompanhado pelo diretor da Pica ao Hospital, onde ficaram a saber que a fractura não era tão grave como se pensava. Fica a atitude altruísta do atleta que se sacrificou para ajudar os colegas. 

A única oportunidade da primeira parte apareceu aos 27'. Canto batido por Carlitos e Pincha a cabecear ao lado. 

Na segunda parte, o Torcatense entrou melhor no jogo e aos 50', Peixinho teve de fazer uma excelente defesa para canto. Aos 68' o Torcatense podia ter inaugurado o marcador num remate que saiu rente ao poste. Aos 64', Ismael Sousa fez sair Paulinho para a entrada de Leiras e o Pica começou a criar mais perigo junto à área do Torcatense. 

Aos 80' Leiras apareceu na cara do guarda redes a rematar por cima da barra. Quatro minutos depois a Pica ariscou tudo com a saída do criativo Carlitos para a entrada do ponta de lança Miguel Carvalho. 


Aos 88' num contra ataque rápido da Pica, a bola foi metida na área onde Miguel Carvalho rematou para a defesa incompleta do guarda-redes do Torcatense tendo sobrado para o veloz avançado Leiras marcar o único golo do jogo. 

. O pica alinhou com Peixinho , Gabi ,Ezequiel, Pincha, Rúben, Del Campos , Tiago Rodrigues, Carlitos, Xuxu , Lipe e Paulinho. Jogaram ainda Miguel Carvalho , Leiras e Tinoco.

Futsal Fem. - Taça Portugal: Clube Saúde Fafe desloca-se ao Barranha SC


Texto: João Carlos Lopes 

Viagem até à Cidade de Matosinhos

A 3.ª eliminatória da Taça de Portugal em Futsal Feminino vai levar a equipa do Clube Saúde Fafe até à cidade de Matosinhos, onde defrontará na Boa Hora a equipa do Barranha Sport Clube. 

As fafenses ficaram isentas na segunda eliminatória depois de terem eliminado a Associação Santo Cristo na primeira. Agora a equipa de João Tristão vai tentar seguir em frente na competição.


domingo, 29 de novembro de 2015

Futsal - Iniciados AF Braga: Nun'Álvares, 4 - Juni, 1

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Equipa está a crescer em confiança  

Os iniciados do Grupo Nun'Álvares receberam e bateram a equipa vimaranense da Juni por 4-1, em jogo da 7.ª Jornada do Campeonato Distrital.

Com Bruno na baliza fafense foi o GNA a inaugurar o marcador através de Júnior. Porém, a equipa visitante logrou igualar a contenda. 

Ainda antes do intervalo, Júnior com uma jogada de génio tirou dois adversários da frente e rematou de pé esquerdo para fazer o 2-1.   

No início da segunda parte a equipa vimaranense enviou uma bola barra da baliza agora à guarda de Marco Ceiras, que lhe daria o empate e poderia relançar a discussão do resultado.  

Não marcou a Juni mas marcaram os Condestáveis através do grande artilheiro da época passada Sérgio que colocou o marcador em 3-1. Quase de seguida o ala Tiago Lopes fixou o resultado final ao apontar o 4-1. 

Na próxima jornada o GNA desloca-se a Braga, ao recinto da ainda invicta GDR Mikaelense que regista sete vitórias em sete jogos e já apontou 47 golos esta temporada, sendo o melhor ataque da prova.  

NUN'ÁLVARES: Bruno, Sérgio, Júnior, Ricardinho, Gonçalo, Tiago Lopes, Carlos, João Tiago, Rúben, Marco Ceiras, Pedro Maria   e Rui. Treinadores, Nelo Barros e Professor Ricardo. 

Pró-Nacional AF Braga: OFC Antime, 1 - FC Marinhas, 0 (Sofrido)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Grão Vasco abonou os Operários 

O Operário de Antime venceu o FC Marinhas num jogo sofrido, em que somou mais três pontos mas continua abaixo da linha de água, apesar de estar mais próximo de poder emergir na tabela. 

O Antime entrou no jogo disposto a conquistar a vitória e aos 10', Jonas arrancou pela esquerda, cruzou para trás para Lopes rematar rente ao poste. 

A equipa orientada por Luís Gomes chegou à vantagem aos 14', quando Pedro Ismael marcou um canto e o Veterano Vasco, ao primeiro poste desviou para o golo. 

Aos 21', o Antime conquistou dois cantos e num deles Vasco não bisou por pouco, a bola ainda sobrou para Lopes que atirou por cima. No minuto seguinte foi uma jogada de Jonas a estar próxima de ser concretizada em golo. Aos 27, Lopes teve uma boa oportunidade mas atirou por cima da trave. 

Aos 30', tudo mudou para o Antime quando num lance dividido Raul viu o cartão vermelho direto, numa situação de excesso de zelo do juiz da partida. Com menos um elemento o Antime teve que rectificar posições. 

A equipa de Esposende teve uma situação aos 41', num remate à entrada da área a que Rui correspondeu com uma grande defesa.  

Na segunda parte o Marinhas arriscou e dominou o tempo todo mas só teve uma oportunidade e essa foi criada pelo Antime, numa infelicidade de Rui Ferruge que quase fazia autogolo, que Rui, atento, evitou com uma grande defesa. 

Na compensação Rui ainda voltou a estar em destaque mas Ismael e Hélder Carvalho também tiveram lances em que obrigaram a defesa do Marinhas a estar atenta.

Enquanto jogou onze contra onze o Antime foi claramente superior. A expulsão de Raul condicionou bastante a equipa que soube sofrer para segurar mais três preciosos pontos que mesmo assim, apesar do ânimo ainda carecem de muitos outros para que o objectivo seja alcançado.  

OFC ANTIME: Rui; Vítor Beijinhos, Rui Ferruge, Raul Babo, Joel, Lopes Raul Oliveira, 58'), Malhado, Miguel (Patocas, 42'), Jonas Vasco (Hélder Carvalho, 70') e Ismael. Treinador, Luís Gomes.  

Pró-Nacional AF Braga: GD Travassós, 1 - GD Prado, 0 (Benção de São Redes)

Texto: João Carlos Lopes / Fotos: Bruno Lopes

Big Show Tozé Freitas na baliza 

Num jogo entre aflitos em em que as duas equipas precisavam de ganhar para ambicionar a saída da linha de água, o GD Travassós venceu o GD Prado por 1-0, beneficiando de um autogolo e de uma grande exibição do seu guarda-redes Tozé Freitas. Como pontos negativos deste jogo apenas a lamentar a lesão de Mickey que teve que sair ao intervalo, já em termos afirmativos está o facto de ser o primeiro jogo em que o Travassós não sofre qualquer golo. 


Começou melhor a equipa de Vila Verde, que à passagem dos cinco minutos de jogo podia ter inaugurado o marcador com um bom remate à entrada da área, ao qual correspondeu o guardião fafense com uma grande defesa, a primeira de uma tarde de "big show proporcionada por Tozé. 

O Ttravassós pegou no jogo por volta dos 20', mercê da troca de posições de Nuno Almeida e Carioca. As fragilidades pradenses começaram-se a notar e Zé Beto teve um lance de génio pela direita em que cruzou e Mickey cabeceou à figura do guardião contrário.


Pouco depois foi Mickey pela esquerda, que tirou um adversário do caminho e foi derrubado em falta, na conversão o mesmo jogador proporcionou uma nova defesa do redes contrário. 

O jogo parecia controlado mas, aos 35', tudo mudou, devido à expulsão de Nuno Almeida que viu o cartão vermelho directo devido a uma entrada dura, mas onde só jogou a bola, ficando no ar que a cartolina foi exagerado e que o árbitro começava a querer ser protagonista.


Na verdade, tudo mudou com o  Prado a dominar e Tozé Freitas a brilhar, mantendo-se a igualdade a zero até ao intervalo.

Na segunda parte a toada do Prado aumentou mas o Travassós, mostrou-se atento e solidário a defender e no último reduto não permitia qualquer remate.

O juiz da partida inventou um penalti aos 60'. Lance iminente de golo, mas Tozé conseguiu defender o penalti e também a recarga, mostrando-se enorme neste jogo.

Quase no lance seguinte o avançado do Prado dividiu um lance com Samu e o árbitro entendeu que o forasteiro agrediu o central fafense e deu ordem de expulsão. Foi uma decisão errada, mas o Travassós agradeceu, pois conseguiu voltar ao jogo.

A partir do reequilíbrio de forças, o jogo ficou totalmente partido, podendo cair para qualquer lado. Primeiro foi o desperdício de Rui Martins, depois Gil com a baliza escancarada rematou ao lado. O mesmo Gil, num momento de infelicidade isolou o avançado do Prado, mas Tozé conseguiu evitar o golo certo dos forasteiros. De seguida num lance de contra ataque e de golo iminente com Tóze defendeu para o poste.

O golo do Travassós apareceu de seguida, um lance de pura aselhice do Prado. Zé Beto cruzou da direita e um desentendimento entre o guarda-redes e o lateral direito, originou o golo, pois com o guardião fora da baliza o lateral atrasou a bola de cabeça, mas esta foi para a baliza deserta aos 88' de jogo.

A partida prosseguiu e num lance de contra-ataque o Travassós podia ter aumentado a vantagem, mas Luís permitiu a defesa do guardião do Prado. Ainda houve tempo para Tozé voltar a brilhar, após um remate potente do adversário, com o guardião do Travassós a fazer mais uma defesa do outro mundo e a segurar os três pontos para a sua equipa.


O Travassós venceu por 1-0 e saiu da linha de água, estando agora a respirar melhor e a consolidar aquele que é o grande objectivo, a manutenção.

O próximo jogo é contra o FC Marinhas, no próximo sábado, pelas 18 horas, em Esposende.


GD TRAVASSÓS: Tozé Freitas; Tiago Costa, Francisco, Samuel, Calicas, Edu, Carioca (C), Nuno Almeida, Mickey (Rui 45'), Tiago Pereira(Gil 65'), Zé Beto (Luís 89'). Treinador, António Pereira.

Futsal fem. AF Braga: Clube Saúde Fafe, 1 - ADR Outeirense, 4

Texto: JCL 


Fafenses a dois tempos

O Clube de Saúde de Fafe recebeu e perdeu com a cormação da ADR Outeirense por 4-1, em jogo da 10.ª jornada do campeonato Distrital. 

Faltou coerência ao CSF que se apresentou em duas versões, na primeira parte não existiu. Na segunda já a equipa já foi igual a si própria mas já era tarde. 

Os seus responsáveis dizem que têm de continuar a trabalhar, para no futuro poderem ser uma equipa mais constante nas acções que desenvolve dentro das quatro linhas.

Para o CSF marcou Marina nesta partida. 

Na próxima jornada desloca-se à Associação Futsal campo que tem os mesmos sete pontos. 

CPP: Resultados e classificação da Série B


RESULTADOS 

11.ª JORNADA 

Vizela 0-0 S. Martinho
FC Felgueiras 1932 1-0 Trofense
U. Torcatense 0-2 AD Oliveirense
Varzim B 1-2 Arões SC
Mondinense 1-3 Fafe


VEJA A CLASSIFICAÇÃO AQUI

Div. Honra AF Braga: CD Celoricense, 0 - ACD Pica, 0 (golo invalidado)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes

Terminar com nove e a querer ganhar 

A ACD Pica foi a Celorico de basto empatar sem golos numa partida em que o empate acaba por ter algum sabor a vitória uma vez que a formação piquense terminou a partida com nove jogadores as ainda assim a querer ganhá-la. Um golo com a bola dentro da baliza que não foi validada, um fora de jogo mal tirado e um lance que podia dar grande penalidade, além doutras decisões prejudicaram a Pica nesta partida. Grande atitude e união da equipa da Pica que mesmo com nove conseguiu amarrar um ponto mas sempre a pensar que podia chegar aos três pontos apesar do desgaste a que foi obrigada    

O jogo fica marcado por algumas más decisões da equipa de arbitragem que acabaram que, caso não tivessem sucedido os fafenses podiam ter contabilizado mais dois pontos. 

Depois de um começo a tentar assumir o jogo a equipa de Celorico tomou conta da partida durante cerca de dez minutos os quais jogou mais no meio campo fafense. 

Depois a Pica equilibrou e chegou várias vezes perto da baliza de Celorico, com Rui Ossos a ir várias vezes à linha e a cruzar para trás mas a não ter correspondência à altura. 

A pica chegou mesmo a marcar aos 34', quando na sequência de um canto Rui Ossos cabeceou e a bola foi tirada de dentro da baliza sem que o árbitro validasse o golo. 

Paulo Soares teve uma contrariedade aos 44' quando Lobo viu o segundo cartão amarelo, este justo mas o primeiro sem ser merecido. 

Apesar de estar com menos um elemento a Pica assumiu o jogo na segunda parte mas surgiu novo contratempo com a expulsão de Flávio, também com o segundo cartão amarelo.

Tudo ficou mais complicado mas mesmo assim Paulo Soares queria a vitória e não fosse um fora de jogo mal tirado numa tabela de André Jardim com Jonas e o resultado podia ser novamente diferente.

Já mesmo na parte final ainda houve uma bola no braço de um jogador do celoricense que podia dar grande penalidade para a Pica mas mais uma vez ficou o lance passou em claro. 

Nos cinco minutos de compensação as duas equipas ainda mostraram vontade de ganhar a partida mas o nulo manteve-se. 
   

Div. Honra AF Braga: Resultados e classificação

RESULTADOS 

11.ª JORNADA 

Ponte 0-0 Pevidém SC
Porto D’Ave 3-1 São Paio
CD Celoricense 0-0 Pica
GD Louro 1-2 Desp. S. Cosme
GD Gerês 1-2 Ruivanense AC
Emilianos FC 1-1 Amigos de Urgeses
GD Caldelas 0-2 S.Paio D´Arcos FC
Pedralva 2-0 GD Cavez


VEJA A CLASSIFICAÇÃO AQUI

Divisão Pró-Nacional: Resultados e Clasificação

RESULTADOS

15.ª JORNADA

OFC Antime 1-0 Marinhas
Maria da Fonte 0-2 AD Ninense
Vieira 1-0 Caçadores Taipas
Santa Maria 2-1 CCD Santa Eulália
Brito SC 2-0 Terras de Bouro
FC Amares 0-0 Forjães
Desp. Ronfe 1-1 GD Joane
Serzedelo 0-2 Merelinense
GD Travassós 1-0 GD Prado


1.ª Div. AF Braga: Resultados e classificação


RESULTADOS 

9.ª JORNADA

GCD Regadas 2-1 FC Gandarela
GD Silvares 3-0 Mota FC
Santiago de Candoso 4-1 Fermilense
Arco Baúlhe 2-1 UD Polvoreira
GDCR Fareja 2-1 GDC Mosteiro
GD Selho 1-0 São Nicolau Basto


Futsal AF Braga: A.F.Fafe/Sol Poente, 6 - Amares, 2

Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro

Hat-trick de Fonseca arrumou questão

A Associação Futsal de Fafe/Sol Poente recebeu e venceu o Amares por seis bolas a duas, em jogo realizado este sábado no Pavilhão Municipal de Fafe.

Na primeira parte, Gijo inaugurou o marcador aos 10 minutos e a cinco do intervalo, Mica aumentou para 2-0.

Nos segundos vinte minutos, os fafenses chegaram ao 6-0 com um hat-trick de Fonseca e um golo de Carlos - este num remate a grande distância da baliza, numa altura em que o Amares apostou no cinco para quatro.

Numa fase de gestão do resultado e de maior rotatividade do treinador da AFFSP, José Magalhães, o Amares conseguiu reduzir a diferença com dois golos na parte final do encontro.

CPP: Varzim SC 'B', 1 - Arões SC, 2 (regresso às vitórias)

Texto e foto (arquivo): Ricardo Castro

Golos de Zezinho e André garantem três pontos

O Arões venceu esta tarde o Varzim B por duas bolas a uma, quebrando um ciclo de três jogos sem vencer no campeonato e logo no reduto de um adversário direto na luta pela manutenção.

Ao intervalo registava-se uma igualdade a uma bola, com o golo do Arões a ser marcado pelo lateral-esquerdo e capitão Zezinho.

Na segunda parte, André – que já tinha marcado aos varzinistas na primeira volta - apontou o golo da vitória (a segunda fora de portas da equipa de Luís Miguel Barros). Antes do final da partida, a formação da casa ficou reduzida a 10 elementos, por expulsão de um jogador.

Após o triunfo na Oliveirense, o Arões regressa às vitórias, novamente na condição de visitante e ultrapassou o Trofense na tabela, ocupando agora o 6.º lugar, com 14 pontos. 

Na próxima jornada, o Arões recebe o Torcatense.

CPP: Mondinense FC, 1 - AD Fafe, 3

Texto e fotos: João Carlos Lopes

Contra a força não há resistência

- Vencer pelo desgaste

- Violência entre adeptos

O Fafe venceu o Mondinense por 3-1 numa partida em que foi preciso esperar pelo desgaste da equipa da casa para conseguir chegar á vitória. Apesar de merecer a vitória a exibição esteve muito longe daquela em que os fafenses golearam esta mesma equipa por 6-1 em casa. No final houve violência na bancada em que estava a claque do Fafe, quando foi festejado o terceiro golo. 



Uma primeira parte pouco conseguida por parte do Fafe que acabou por marcar o golo no melhor período dos locais, num lance de bola parada marcado por Silvestre e bem aproveitado pelo matador Allan que, na área foi mais forte que todos, incluindo o guarda-redes e inaugurou o marcador. 


O Mondinense não acusou o golo e mercê da raça e do empenho acabou por chegar á igualdade numa jogada bem desenhada com Feliciano a fazer um passe a rasgar para Henrique e este a ter a sorte de Ruizinho não interceptar a bola e a bater Marçal, acabando repor alguma justiça no marcador, pois o Fafe havia feito muito pouco para merecer a vantagem. 

Na segunda parte o jogo não estava a correr de feição ao Fafe que só começou a subir de rendimento quando Agostinho Bento fez sair João Nogueira e entrar Zé Diogo. A partir daí a pressão fafense intensificou-se e o golo acabou por surgir com alguma naturalidade, depois de várias tentativas. Ferrinho mais uma vez a ser muito forte na direita e a cruzar para uma antecipação de Marquinhos ao defesa local, colocando o marcador em 2-1 a favor do Fafe. Allan numa recarga ainda bisou e fez o 3-1 já ao cair do pano.  Mondinense acabou por pagar a factura do desgaste de ter dado tanta luta ao Fafe.


1' - Canto para o Mondinense, Fafe devolveu. 

3' - Remate cruzado de Vasco Cruz a obrigar Freitas a defesa apartada e depois a ofensiva fafense fez falta.

5' - Insistência do Mondionense pela direita, com Henrique a rematar de longe e por cima da baliza.

7' - Canto para o Fafe, bateu Giovani na direita, saiu directo Freitas sacudiu.

10' - Jogo interrompido par assistência a um jogador da casa. 

12' - livre do lado esquerdo, bateu João nogueira, Ferrinho cabeceou ao lado. 

13' - Canto para o Mondinense lado esquerdo, Marçal sacudiu.

18' - Mondinense a tentar equilibrar o jogo na raça mantém a bola há alguns minutos no meio campo do Fafe.

20' - Cruzamento de Feliciano com Henrique a aparacer ao primeiro poste mas a não conseguir a emenda.

21' - Respondeu o Fafe, com insistência de Allan na linha e cruzamento de João Nogueira ao segundo poste para fora. 

25' - Público afecto ao Fafe desagradado com a exibição. Mondinense a conseguir manter a bola afastada da sua área e a tentar chegar à de Marçal. 

28' - [GOOOOOLO 0-1- ALLAN) - Silvestre bateu um livre na direita para o coração da área onde Allan no meio da molhada e já perante a presença do guarda-redes, a conseguiu marcar de cabeça. Um golo que apareceu no melhor período da equipa da casa.    

33' - Cartão amarelo para André, AD Fafe.

35' - Tentativa de reacção do Mondinense a obrigar Agostinho Bento a chamar a atenção dos seus jogadores.

37' - Ferrinho quase ganhava uma bola dividida com o guardião Freitas.

38 - Livre de Dany a bola foi devolvida ainda ganhou o ressalto e atirou ao lado. 

42' - [GOOOOLO 1-1 HENRIQUE] - Passe a rasgar de Feliciano, com Henrique a aparecer nas costas de Ruizinho a dominar e a bater Marçal.      
44' - Giovani entrou na área pela direita, rematou saiu fácil para Freitas.

2.ª PARTE

46' Saiu Giovani e entrou Marquinhos na AD Fafe.


48' - Canto para o Fafe, bateu João Nogueira, segurou Freitas nas alturas.

51' - Canto para o Mondinense, bateu Dany aliviou a defensiva do Fafe que está novamente com dificuldades em chegar à baliza contrária.


57' - Saiu João Miguel por lesão e entrou Zé Henrique no Mondinense.
 
59' - Tem sido mais acutilante, com um perigo relativo, o Mondinense que o Fafe.


60' - Descida perigosa de Allan pela direita a meter á entrada da área para falta perigosa a favor do Fafe. Landinho bateu contra a barreira e ganhou canto. Marcou João Nogueira, o Mondinense ganhou falta à saída da área. 

63' - Cartão amarelo para Silvestre por bola na mão.

64' - Livre do Mondinense batido para a área com Miguel Moreira a cabecear ao lado. 

66' - Saiu João Nogueira e entrou Zé Diogo no Fafe

68' - Remate cruzado e Ferrinho saiu ao lado.

69' - Jogada de envolvimento do Fafe chegou a Ferrinho rematou contra defesa. Fafe está finalmente a pressionar.

70' - Canto para o Fafe, bateu Marquinhos, Freitas com dificuldade na baliza.

71' - Saiu Dany e entrou Mendonça no Mondinense.

73' - Livre para o Mondinense, Mendonça bateu de longe ao segundo poste saiu ao lado. 

74' - Fafe muito perto do golo primeiro por Vasco Cruz, assistido por Zé Diogo e depois por Silvestre após Allan obrigar Freitas a defesa de recurso.


75' - Cartão amarelo para Xavi.

76' - Entrou Miguel e saiu Feliciano no Mondinense.

77' - [GOOOOOLO 1-2 MARQUINHOS] Cruzamento tenso de Ferrinho para uma entrada fulgurante de Marquinhos.  

82' - Zé Henrique expulso no Mondinense por acumulação de amarelos.

86' - Saiu ferrinho e entrou Fred no Fafe.

87' - Henrique quase cabeceava para o empate do Mondinense.

88' - [GOOOOOLO 1-3 ALLAN] Allan numa recarga depois de defesa de Freitas a ampliar a vantagem. 

Por altura dos festejos do 3.º golo do Fafe, adeptos das duas equipas envolveram-se ma bancada descoberta. Mas tudo acabou por ser sanado. 


LANÇAMENTO DO JOGO

Uma partida entre o segundo, Fafe com 20 Pontos e penúltimo classificado, Mondinense, com 7 e com aspirações antagónicas neste campeonato. Os fafenses lutam para subir e os mondinenses para não descer. Na primeira volta o Fafe goleou em casa o Mondinense por 6-1. O campo tem piso sintético e foi regado antes do início da partida. O Fafe marcou 26 golos e sofreu 12 e o Mondinense marcou 10 e sofreu 21 golos. Bastante gente de Fafe para assistir a esta partida.




Jogo no Estádio Municipal de Mondim de Basto

Árbitro, Bruno Nunes, auxiliado por Carlos Rodrigues e João Dias (AF Viana do Castelo).

MONDINENSE FC: Freitas; Vila Chã, Beja, Zé Pedro, Henrique, Miguel Moreira, João Miguel (Zé Henrique, 57’), Rooney, Dany (Mendonça, 71’) Feliciano (Miguel, 76’) e Zé Diogo. Treinador, Vítor Pereira.

AD FAFE: Marçal; Vasco Cruz, André, Xavi, Ruizinho, Landinho, João Nogueira (Zé Diogo, 66’), Silvestre, Giovani (Marquinhos, 46’), Allan e Ferrinho (Fred, 86’). Treinador, Agostinho Bento.

DISCIPLINA – Amarelos: André, 33’; Ferrinho, 46’, Zé Henrique, 60’ e 82’; Silvestre, 63’, Xavi 75’ e Zé Henrique, 82’.

GOLOS: Allan, 28’ e 88’, Henrique, 42 e Marquinhos, 77’.

Futsal - 1.ª Div. AF Braga: Espinho Ativo, 2 - Nun'Álvares, 4 (Sem espinhas)

Texto e foto: João Carlos Lopes 

Zé Nando bisa no regresso feliz de Portas  

O Grupo Nun'Álvares deslocou-se a Braga para defrontar o Espinho Ativo pela terceira vez esta temporada depois de ter jogado e eliminado a duas mãos a mesma equipa para a Taça AF Braga, tendo vencido este jogo por 4-2, a contar para a nona jornada do campeonato Distrital. 

Depois de uma primeira parte muito táctica e equilibrada em que as equipas arriscaram pouco o intervalo chegou da mesma maneira que tinha começado o jogo, com o marcador em branco.   

Depois do descanso Zé Nando abriu o livro e inaugurou o marcador. A equipa orientada por Hugo Oliveira viria a chegar ao segundo golo de vantagem através de Shake. 

Uma boa reacção a equipa da casa permitiu-lhe marcar dois golos e chegar à igualdade, relançando um jogo que parecia estar a descair para o lado dos fafenses que não guardaram convenientemente a vantagem de duas bolas.

Nada estava perdido ainda e os fafenses tinham ainda a hipótese de vencer e voltaram para a frente no marcador com um golo de Bruno Portas que, após lesão prolongada, se estreou esta temporada e logo a marcar num jogo difícil e importante. 

Como que a dizer que a vantagem inicial era para manter o GNA voltou a marcar, de novo por Zé Nando que se revelou o homem do jogo em que fez uma grande exibição. 

Na próxima ronda, o GNA que ocupa a quarta posição com 21 pontos vai receber o segundo classificado, ACR Lordelo, com 24, naquele que será o jogo da jornada.     

Futsal - Infantis AF Braga: Rio Caldo, 2 - Nun'Álvares, 1 (Injusto)


Texto e foto: BML


Quebrada série de seis vitórias

A equipa de infantis do Grupo Nun'Álvares deslocou-se a casa do Rio Caldo, tendo perdido por 2-1, acabando assim com uma bela série de 6 vitórias consecutivas. 

Os Condestáveis entraram mal no jogo, fazendo uma má primeira parte, com a equipa desligada e pouco aguerrida. O Rio Caldo chegou ao intervalo a vencer por 2-0, em dois lances de contra ataque. 

Na segunda parte os fafenses foram a equipa que têm sido ao longo do campeonato. Jogaram com mais garra, trocando melhor a bola e criando oportunidades de golo. 

Aos 33 minutos Rui Pedro faz uma excelente jogada individual e oferece o golo a Zé Carlos, que não desperdiça. Se a equipa da casa já sentia grandes dificuldades para segurar o Nun'Álvares, então a partir do golo dos condestáveis nunca mais conseguiu passar do meio campo e criar perigo, mas manteve o resultado em 2-1 até ao final do encontro. 

Foi um resultado injusto para os fafenses, que lutaram bastante na segunda parte, mas que foi insuficiente. Na próxima jornada o Nun'Álvares recebe o Desportivo Jorge Antunes, no sábado às 16:30.

NUN'ÁLVARES: Francisco, João Pedro, Zé Carlos, Rúben e Rui Pedro (C). Jogaram ainda Tiago, Rafa, Cristiano, Fábio e Afonso. TREINADORES: Luís Barros, Nuno Barbosa e Nuno Miguel Barbosa.

sábado, 28 de novembro de 2015

1.ª Div. AF Braga: GCD Regadas, 2 - FC Gandarela, 1 (Invictos)

Texto e fotos: João Carlos Lopes 


Fafenses moralizados e bem afinados 

O GCD Regadas continua na frente da Série D do Campeonato Distrital da 1.ª Divisão e sem derrotas depois de ter vencido o FC Gandarela, nas Cerdeirinhas, por 2-1, em jogo da 9.ª jornada.

O Regadas até teve uma entrada desastrosa no jogo e logo aos dois minutos podia ter visto o guarda-redes expulso quando este defendeu fora da área com a mão e lhe foi mostrado o cartão amarelo. Do livre a favor da equipa de basto nada resultou.

A partir daí foi mesmo a equipa orientada por José Manuel Teixeira a tomar conta do jogo e a encostar o Gandarela atrás, jogando um futebol prático, bonito, apoiado e acima de tudo com muita garra e atitude, com algumas variantes tácticas a surpreender o adversário.

Os regadenses estiveram perto de marcar aos 5’, quando um remate enrolado de Rui obrigou gato a sacudir a bola e esta ainda bateu na barra e saiu. Buga bateu o canto para Marco André rematar de primeira para fora. 

Os líderes da série chegaram ao golo aos 9’, num remate sem preparação e sem muita força de Pedro Rosita, em que o guardião Gato se limitou a seguir a bola com os olhos mas esta bateu no poste e entrou. 

O Gandarela só respondeu aos 15’, num remate de Vitó que saiu à figura de Júlio. 

O segundo golo do Regadas aconteceu aos 17’, quando o guarda-redes de Basto veio discutir um lance fora da área, Buga na raça ainda conseguiu fazer a bola chegar a Nelinho e este de longe com um remate seco fez um belo golo.

O Regadas respirava confiança e aos 21’, após livre de Buga quase surgia o terceiro golo. Três minutos depois Rosita assistiu Nelinho que rematou á malha lateral. Até ao intervalo ainda remataram Buga e Jorge Carneiro mas o resultado não se alterou. 

Na segunda parte, o Gandarela apareceu muito mais forte, graças à entrada de Diogo Costa, antigo “geração de ouro da formação da AD Fafe” que se estreava neste jogo e começou a pressionar os fafenses.

Mas seria o Regadas a criar perigo aos 55’, numa descida rápida de Lipinho a entregar a Buga que atirou para a baliza deserta mas ainda viu um contrário a ceder canto. Logo de seguida Rui rematou por cima da trave. 

O Gandarela respondeu aos 57’, através de Tiago que quase festejava golo, não fosse Sobrança tirar a bola sobre a linha da baliza. 

A equipa de Basto esteve novamente perto do golo aos 59’, quando Ruben marcou um golo mas viu Júlio voar para uma grande defesa. O mesmo jogador marcou o canto e Diogo Gosto de cabeça obrigou Júlio a nova grande intervenção. 

A equipa fafense obteve dois cantos aos 73’ e aos 79, beneficiou de um livre directo batido por Buga e defendido por Gato. Guarda-redes que negou o golo a Rosita aos 81’, ao ceder canto. Desse canto Marco André ao segundo poste rematou de primeira ao lado.

O Gandarela reduziu aos 81’, na cobrança de um livre a meio da metade de campo do Regadas em que a bola ficou perdida na área e Diogo Costa aproveitou para marcar. 

O Regadas também teve um livre aos 88’, bateu Rosita a bola sobrou para a entrada da área onde Rui atirou por cima. 

A equipa de Basto esteve perto de igualar sobre os noventa minutos em novo livre em que Eusébio ao segundo poste por pouco não marcou. 

O Regadas acabou o jogo a sofrer mas foi um digno vencedor pois foi quem mais fez pela vitória durante o jogo todo. Apesar da equipa ter estado homogénea, Nuno Freitas esteve em grande no meio campo e no auxílio da sua defesa. Está a regressar á sua melhor forma e a equipa só ganha com isso. 

Jogo no Campo das Cerdeirinhas, em Regadas, Fafe.

GCD REGADAS: Júlio, Lipinho (Nuno Carneiro, 85’), Marco André, Tiago, Sobrança, Jorge Carneiro (Terinho, 64’), Nuno Freitas, Rui, Buga, Nelinho (David, 75’) e Pedro Rosita. Treinador, José Manuel Teixeira. 

FC GANDARELA: Gato; Samuel (Miguel, 32’), Toni, Eusébio, Magalhães, Bruno Carvalho, Vitó (Diogo Costa, 46’), Ruben, Henrique, Tiago, Guimarães (Miguel, 74’). Treinador, Daniel Magalhães. 

DISCIPLINA: - Amarelos: Júlio, 2’; Guimarães, 46’; Lipinho, 46’; Marco André, 63’, Eusébio, 78’ e Nuno Carneiro, 89’.

GOLOS: Pedro Rosita, 9’, Nelinho, 17’ e Diogo Costa, 81’
   

Juniores 2.ª Div. Nac: AD Fafe, 2 - Neves FC , 1

Texto: João Carlos Lopes 

Vitória sorriu ao cair do pano

Os Juniores da AD Fafe somaram mais três pontos ao baterem o Neves FC por 2-1, em jogo realizado no campo n.º 2 do Parque Municipal de Desportos em Fafe. Um triunfo que deixa os fafenses isolados no terceiro lugar. 

O Fafe criou uma oportunidade aos 9', em que Norberto passou a Nuno este tocou para João que de primeira cruzou, a defesa do neves cortou mas Lousada aproveitou o ressalto para tentar um chapéu inesperado, com a bola a sair a rasar a trave.

À passagem dos 40', novamente Norberto a combinar, desta vez com João que viu  Rui a desmarcar-se, fez um passe de rotura para Rui aprontar um remate potente para defesa difícil do guarda-redes do Neves.

O golo do Fafe chegou ainda antes do intervalo. O Fafe saiu a jogar desde Gonçalo, passou por Tiago  que passou a Ricardo este picou a  bola para Lousada que tabela com Rui e o mesmo Lousada a rematar para o fundo da baliza para o 1-0.

O Neves aproveita uma das poucas vezes que conseguiu chegar a baliza do Fafe, logo após o intervalo, aos 47', numa bola pingada na área fafense com a defesa a ser apanhada desprevenida e o avançado do alto Minho a aproveitar para fazer o empate.

Aos 56 saiu Nuno para a entrada de Micoli e aos 61' Norberto deu a vez a Sousa. 


A equipa de Ivo Castro perseguiu a vitória e aos 65', Ricardo passou a Miguel que endossou para João, este tocou para Ricardo que tirou um cruzamento para Sousa que, de cabeça, que viu o guarda-redes defender como podia em cima da linha. Os adeptos fafenses ainda gritaram golo mas não tinha acontecido. 

Ivo castro fez sair Rui aos 80' para a entrada de Moura e aos 89', jogada no meio campo fafense com a bola a sair de Lousada para Ricardo que tirou cruzamento rasteiro com Sousa antecipar-se ao central e a colocar justiça no marcador,  fazendo o 2-1. 

1.ª Div. AF Braga: GD Silvares, 3 - Mota FC, 0 (Entregou a lanterna)

Texto: João Carlos Lopes / Foto: Ricardo Castro

Mais rápidos que a Mota 

O GD Silvares obteve a primeira vitória no presente campeonato ao derrotar o Mota FC, do treinador fafenses Marcelo Fernandes por 3-0, numa vitória que muito veio animar e moralizar a equipa orientada por Jorge Teixeira. 

Os fafenses chegaram ao golo de vantagem já sobre o apito para o intervalo e não podia vir em melhor altura pois permitiu traçar nova estratégia ao intervalo. 

Na segunda parte apesar das equipas procurarem chegar às balizas contrárias, o golo só voltou a surgir aos 85', novamente para o Silvares, através de Vítor e três minutos depois, João sentenciava a partida com o 3-o para os de S. Martinho 

Esta vitória fez com que o Silvares subisse ao 11.º lugar agora com cinco pontos em nove jogos, entregando a lanterna vermelha ao Mota FC. 

Na próxima jornada vai deslocar-se ao terreno do FC Gandarela que perdeu nesta jornada em Regadas por 2-1.

1.ª Div. AF Braga: GD Fareja, 2 - GD Mosteiro, 1 (Resultado escasso)

Texto e foto (arquivo): João Carlos Lopes 

Três pontos assentam bem ao Fareja 

O GD Fareja regressou às vitórias após uma semana de descanso ao vencer o GD Mosteiro por 2-1, em partida jogada em casa. Três pontos conseguidos pelo Fareja com uma boa exibição.  

A equipa de Rafael leite entrou forte na partida, controlando todos os sectores, ganhando sempre o meio campo e recuperando a bola com pressão alta. 

Fruto das boa circulação de bola e das excelentes movimentações dos atletas o Fareja foi criando várias ocasiões para finalizar. Numa recuperação a meio campo, André construiu o primeiro golo aos 20' com uma jogada individual fabulosa concluída com um remate de 30 metros que resultou num golo monumental.

Até ao intervalo o Fareja podia ter ampliando o marcador com outras situações de golo. 

Na segunda parte, o Fareja continuou com o predomínio na partida e ao 60' Ruben ampliou para o 2-0 numa jogada de envolvimento em que a bola passou por seis atletas até chegar à conclusão de Ruben.

A equipa fafenses poderia ter chegado ao 3-0 quando Coelho driblou o guarda redes e acabou por rematar demasiado alto. Aos 65' ficou por marcar uma grande penalidade sobre Ruben. 

A equipa de Vieira do Minho reduziu aos 70' na sequência de um canto. 

O Fareja reagiu com Pirolas desmarcar-se e a fintar o central do Mosteiro, sofrendo grande penalidade, que não foi assinalada. Aos 80' Bento rematou à trave e cinco minutos depois em jogada individual ofereceu o golo ao Aimar que rematou por cima da baliza. 

O técnico Rafael Leite deu os parabéns aos seus atletas que efectuaram um belíssimo jogo com muita entrega. "Acho que os três pontos ficam do lado da equipa que esteve melhor, sofrendo um pouco no final mas sempre muito concentrados. O nosso guarda-redes não teve trabalho durante grande parte do jogo e quando teve que intervir esteve excelente. O meio campo encheu-me os olhos com o futebol praticado e o sector ofensivo trabalhou imenso ficando só um ponto para melhorar que é finalização. Com o tempo com certeza que haverá melhorias. O resultado só pecou por escasso, mas o que conta mesmo são os três pontos conquistados pelo grande trabalho efectuado por todos meus atletas titulares e que foram chamados em jogo. Quero desejar um bom campeonato ao Mosteiro."

sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Futsal Feminino: Quatro atletas do Nun'Álvares convocadas para a Selecção Sub 19

Texto: João Carlos Lopes


Têm qualidade acima da média 

Quatro atletas do Grupo Nun'Álvares foram convocadas para o treino de preparação da Seleção Distrital de Futsal feminina na categoria de Sub-19, que se realiza no dia um de Dezembro de 2015, no Pavilhão do Externato Carvalho Araújo, em Real, Braga, pelas 20 horas.

As atletas do Nun'Álvares convocadas são Helena Nunes, Marta Moreira, Paula Machado e Cátia Batista. Todas têm qualidade acima da média para a sua idade e algumas delas serão futuras craques nacionais e muito provavelmente chegarão à Selecção Nacional.  

Todas as atletas convocadas devem comparecer no local de treino, munidas de equipamento completo, caneleiras, luvas, (no caso dos guarda redes) e sapatilhas.


CONVOCATÓRIA COMPLETA

ADR OUTEIRENSE: Maria Bastos, Marlene Vieira, Angela Silva

CDR JUV. S. PEDRO: Pedro Sara Lemos, Ligia Campos, Diana Pereira, Marcia Ferreira, Elsa Ferreira

ASS. FUTSAL CAMPO: Cláudia Fernandes

GERAÇÃO LENDÁRIA: Diana Vieira

NUN’ÁLVARES: Helena Nunes, Marta Moreira, Paula Machado, Catia Batista

FC OS ACADÉMICOS: Vitória Silva, Márcia Freitas, Ana Mota, Melissa Sobral, Filipa Rocha

Bilhar: Equipa B do Café Sueco registou um empate e uma vitória

Texto: João Carlos Lopes 

Disputam um campeonato de captações da ABN

O Café Sueco criou uma segunda equipa para competir no campeonato da Associação de Bilhar do Norte, mas esta de captação, num campeonato que já se iniciou na quinta-feira do 18 de Novembro.

A equipa do Café Sueco conseguiu um empate a seis (6-6) contra o "Bar dos Bombeiros de Fafe" num total de 12 partidas disputadas. Neste jogo, a equipa de Estorãos esteve a vencer por 3-1 e 5-3 mas relaxou no final onde e a partida concluiu-se com um um empate. 

Já na última quinta-feira (26 de Novembro), o Café Sueco deslocou-se ao Bar da Estação em Cepães, onde conseguiu pontuar três pontos que resultou de uma vitória de 7-5, num jogo que chegou a estar a vencer por 6-2.

A equipa de captação do Café Sueco é composta por Dyno Cardoso, Zé Maria, Pedro Freitas, Bruno Cunha e Dinis Freitas.

AGENDA DESPORTIVA DE FIM-DE-SEMANA

FESTA DO DESPORTO

No Pavilhão Multiusos de Fafe
ENTREGA DE PRÉMIOS E ACTIVIDADES para os mais novos  
Dia/Hora: Sábado, 29 Novembro a partir das 14H30

ENTREGA DE PRÉMIOS PARA OS MAIS VELHOS  

Dia/Hora: Sábado, 29 Novembro a partir das 18H30

FUTEBOL NACIONAL 

Campeonato de Portugal Prio
MONDINENSE FC - AD FAFE
Dia/Hora: Domingo, 29 Novembro – 15H00
Local: Estádio Municipal de Mondim de Basto

VARZIM SC B - ARÕES SC
Dia/Hora: Domingo, 29 Novembro – 15H00
Local: Estádio Municipal da Póvoa de Varzim


FUTSAL DISTRITAL FEMININO

Campeonato AF Braga

CLUBE SAÚDE FAFE - ADR OUTEIRENSE
Dia/Hora: Sábado, 28 Novembro – 18H30
Local: Pavilhão da Escola EB 2, 3 Arco Baúlhe, Cabeceiras de Basto.


FUTSAL DISTRITAL MASCULINO

Campeonato AF Braga

AF FAFE/SOL POENTE - FC AMARAES
Dia/Hora: Sábado, 28 Novembro – 18H00
Local: Pavilhão Municipal de Fafe.

ESPINHO ATIVO - GRUPO NUN'ÁLVARES
Dia/Hora: Sábado, 28 Novembro – 16H20
Local: Pavilhão da Sobreposta, Braga

FUTEBOL DISTRITAL 

Campeonato Pró-Nacional AF BRAGA

GD TRAVASSÓS - GD PRADO  
Dia/Hora: Domingo, 29 Novembro – 15H00
Local: Campo dos Carvalhinhos, Travassós, Fafe.

OFC ANTIME - FC MARINHAS 
Dia/Hora: Sábado, 28 Novembro – 15H00
Local: Campo de Jogos de Antime, Fafe. 

Divisão de Honra AF BRAGA

CD CELORICENSE - ACD PICA
Dia/Hora: Domingo, 29 Novembro – 15H00
Local: Estádio Municipal de Celorico de Basto.

1.ª Divisão AF BRAGA

GD FAREJA - MOSTEIRO 
Dia/Hora: Sábado, 28 Novembro – 15H00
Local: Campo de jogos Fareja.


GCD REGADAS - FC GANDARELA 
Dia/Hora: Sábado, 28 Novembro – 15H00
Local: Campo das Cerdeirinhas, Regadas, Fafe

GD SILVARES - MOTA FC
Dia/Hora: Sábado, 28 Novembro – 15H00
Local: Campo Prof. Manuel José Dias, Silvares S. Martinho, Fafe.

FUTEBOL VETERANOS 

UD TORCATENSE - UD FAFE A60
Dia/Hora: Dia/Hora: Sábado, 21 Novembro – 18H00
Local: Campo de Jogos do Arnado, S. Torcato, Guimarães

FUTEBOL POPULAR  - VÁRIAS COMPETIÇÕES 

Competições da Associação de Futebol Popular de Fafe AQUI

FUTSAL CONCELHIO - LIGA G SPORT E OUTRAS COMPETIÇÕES